Efeito Ettinghausen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Efeito Ettinghausen manifesta-se em condutores planos situados perpendicularmente a campos magnéticos. Quando circula a corrente elétrica por esses condutores, observa-se um gradiente de temperatura na direção perpendicular ao fluxo dos elétrons participantes da corrente elétrica[1] . Este efeito pertence à família dos efeitos termoelétricos por afetar a corrente elétrica de um condutor quando o campo magnético se faz presente. O fenômeno foi descoberto pelo físico austríaco Albert von Ettingshausen[2] , sendo quantificado pelo coeficiente de Ettingshausen | P |, que é definido como:

onde, é o gradiente de temperatura que resulta em y- componente de um fluxo elétrico e z- componente de um campo magnético. O processo inverso é conhecido como efeito Nernst.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Efeito Ettinghausen

Referências

  1. «Física / Campo Magnéticoe» (PDF).  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  2. v. Ettingshausen, A.; Nernst, W. (1886). «Ocorrência de uma força eletromotora em placas de metal, que são atravessadas por um fluxo de calor e estão localizadas no campo magnético». Annalen der Physik und Chemie [S.l.: s.n.] 265 (10): 343–347. Bibcode:1886AnP...265..343E. doi:10.1002/andp.18862651010. Consultado em 23 February 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.