Endemol Shine Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Endemol Shine Group
Indústria Produção de televisão
Fundação 1 de janeiro de 2015 (2015-01-01)
Sede Amsterdã, Países Baixos
Área(s) servida(s) mundo Mundo
Proprietário(s)
Pessoas-chave
  • Elisabeth Murdoch (chairman)
  • Alex Mahon (CEO)
Website oficial endemolshinegroup.com

A Endemol Shine Group (anteriormente Shine Group) é um grupo de empresas holandesas de produção televisiva roteirizada ou não, responsável por programas como o MasterChef e The Biggest Loser.

As empresas da Endemol Shine Group incluem a britânica Dragonfly, Kudos e Princess Productions. Ele também inclui a Shine TV, além da Metronome Film & Television, grupo de produção escandinavo. A Shine International é o braço de distribuição internacional do grupo e é responsável pela distribuição de diversos formatos do grupo. O grupo também estabeleceu empresas internacionais Shine America, Shine Australia, Shine Germany, Shine France, e mais recentemente Shine Iberia.

A Shine adquiriu a Reveille Productions em 2008. A News Corporation (atual 21st Century Fox) adquiriu o Shine Group em abril 5, 2011 por us $415 milhões.[1] Fundos de pensão norte-americanos acionistas da News Corporation estão processando a companhia acusando Murdoch de nepotismo.[2]

Em 15 de maio de 2014, a Apolo e 21st Century Fox anunciaram uma joint-venture para combinar o Shine Group da 21st Century Fox, e a Endemol e a CORE Media Group da Apollo.[3] A transação foi concluída em 17 de dezembro de 2014. Tanto a Apollo como a 21st Century Fox possuem 50% da joint-venture chamada "Endemol Shine Group", que teve início em 1 de janeiro de 2015.[4]

Shine TV[editar | editar código-fonte]

A Shine Limited (Shine TV) é uma empresa de produção de mídia britânica e parte do Shine Group, com escritórios em Londres e Manchester. Shine Limited foi fundada em março de 2001 por Elisabeth Murdoch, filha de Rupert Murdoch, CEO da News Corporation. A empresa era de 80 por cento detida por Elisabeth Murdoch, de 15 por cento por Lord Alli, e 5% pela BSkyB, que assinou um acordo garantindo a compra de um montante aprovado de programação da Shine por dois anos.

Shine International[editar | editar código-fonte]

A Shine International é a filial de vendas e de distribuição dedo grupo. Ele lida com o licenciamento e a distribuição internacional de televisão, formatos da Shine Limited a cerca de 150 países em todo o mundo.

Divisões[editar | editar código-fonte]

  • Shine Digital – A divisão de mídia digital
  • Shine Pictures – é a divisão de longa-metragem.
  • Shine 360° – Shine 360° é a divisão que lida com a comercialização de propriedades que pertencem ao grupo.

Empresas[editar | editar código-fonte]

Produção
  • Shine América
  • Shine Austrália
  • Shine França
  • Shine Alemanha
  • Shine Iberia
  • Dragonfly Film and Television
  • Kudos Film and Television
    • Lovely Day
  • Princess Productions
Digital e Jogos
  • Bossa Studios – Em 2011, Brilho Grupo adquiriu a empresa de jogos sociais.
  • ChannelFlip – um criador de forma curta de vídeo on-line de programação no reino UNIDO. Fundada em 2008 pelo Justin Gayner e Wil Harris..
  • Brown Eyed Boy – constituída por ex-BBC e Crisálida de Entretenimento executivo Gary Reich, em 2002.
  • Good Catch

Metronome Film & Television[editar | editar código-fonte]

A Metronome Film & Television e as seus 15 empresas foram adquiridas pelo Shine Group em 2009, como parte do acordo, toda a produção entidades continuará a operar de forma independente.[5]

Produção
  • Meter Film and Television AB
  • Stockholm-Köpenhamn AB
  • Metronome Producations A/S
  • Metronome Film and Television Oy
  • Metronome Spartacus AS
  • Metronome LLC (US)
  • Rubicon TV AS
  • Metrix Interactive AB
  • Filmlance International AB
Edição e instalações
  • Studios Mekaniken AB
  • Studios/S
  • Studios AS
IP de criação e distribuição
  • Friday TV AB
Online
  • Schulmangruppen (50%)
  • Metronome Digital Media AB

Referências

  1. The Deadline Team; The Deadline Team (5 de abril de 2011). «News Corp Completes Deal To Buy Shine Group». Deadline. Consultado em 3 de setembro de 2017 
  2. «Murdoch deal for Shine faces shareholder writ». BBC News. 17 de março de 2011. Consultado em 3 de setembro de 2017 
  3. Tartaglione, Nancy (15 de maio de 2014). «21st Century Fox & Apollo In Joint Venture Talks For Shine, Endemol And CORE Media». Deadline. Consultado em 3 de setembro de 2017 
  4. Andreeva, Nellie (17 de dezembro de 2014). «Endemol, Shine & Core Joint Venture Gets Name, Sets More Top Execs, Merges Distribution & International Operations». Deadline. Consultado em 3 de setembro de 2017 
  5. Rushton, Katherine (28 de abril de 2009). «Shine acquires Metronome for£60m». Broadcast. Consultado em 3 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]