Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "A Obra de Arte na Era de Sua Reprodutibilidade Técnica"

m
alteração mínima no posicionamento das fotos
(adicionado algumas fotos para ilustrar o conteúdo do verbete)
m (alteração mínima no posicionamento das fotos)
profusão de circunstâncias que a permeiam, sejam elas históricas,
sociais, políticas, geográficas, linguísticas, econômicas, etc. Chega-se à conclusão, portanto, que a definição de arte varia de acordo com a época e a cultura.
[[File:Camera p1040345.jpg|thumb|A câmera fotográfica, grande marco na Era da Reprodutibilidade Técnica.]]
 
Mesmo que estas variações sejam foco de diversos teóricos do assunto
existência única, sua "aura", e passam a ser exibidas e disponíveis,
chegando a atingir enorme escala de exposição.
[[File:Kinoeyeone.jpg|thumb|"Kino-eye" câmera cinematográfica primitiva utilizada largamente pelos cineastas soviéticos.]]
 
Benjamin aponta o advento da fotografia como o início do recuo do
<nowiki> </nowiki>fotografias, trazendo-lhes uma saudade que poderia se relacionar ao
valor de culto. 
[[File:Camera p1040345.jpg|thumb|A câmera fotográfica, grande marco na Era da Reprodutibilidade Técnica.]]
 
O "valor de culto", então, dá lugar ao "valor de exposição": se antes
<nowiki> </nowiki>a produção artística estava a serviço do ritual, a partir das técnicas
<nowiki> </nowiki>de uma obra de arte foi extremamente acelerado e aperfeiçoado, chegando
<nowiki> </nowiki>à possibilidade de criação de cópias perfeitas desta obra.
[[File:Kinoeyeone.jpg|thumb|"Kino-eye" câmera cinematográfica primitiva utilizada largamente pelos cineastas soviéticos.]]
 
Com o advento da fotografia e do cinema, no século XIX, a capacidade
28

edições