Estigmergia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os caminhos seguidos pelas formigas são assinalados por feromonas.

A estigmergia é um método de comunicação indireta no contexto de um sistema emergente auto-organizado onde os diversos componentes, denominados agentes, comunicam e colaboram entre si[1].

O conceito de estigmergia foi introduzido por Pierre-Paul Grassé, um estudioso de formigas, para explicar como estas realizavam as tarefas sendo insetos sociais sem necessidade de planeamento nem de gestão centralizada.

Algoritmo OCF[editar | editar código-fonte]

O conceito de estigmergia foi aplicado a uma série de algoritmos computacionais que integram a inteligência artificial; em geral, estes algoritmos iterativos denominam-se otimização por colónia de formigas (OCF), em especial para resolver problemas de otimização combinatória, criando uma espécie de colónia de formigas artificiais, agentes ou elementos computacionais simples que trabalham em cooperação e comunicam através de rastos (ou seja, os grafos de caminhos percorridos).

Referências

  1. Marsh, L. & Onof, C. (2007) "Stigmergic epistemology, stigmergic cognition." Cognitive Systems Research / doi: 10.1016/j.cogsys.2007.06.009

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]