Estocabilidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde janeiro de 2014).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes (desde janeiro de 2014). Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, e ainda pode necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.

A Estocabilidade é a capacidade de um produto ser estocado, armazenado ou distribuído.[1] Quando se fala de uma empresa prestadora de serviços não existe nela a possibilidade de estocar seus bens.

No entanto, são as características específicas dos produtos que determinam a validade da Estocabilidade em minutos, horas, dias, semanas, meses e anos.

Uma cadeia de ações, em que a Estocabilidade esteja inserida, passa por diferentes tipos de operações de produção, em especial das indústrias, em que se observa que uma empresa prestadora de serviços não tem como característica o armazenamento de seu produto.

Um banco, pois presta inúmeros serviços, não pode estocar qualquer um deles, por exemplo, o atendimento que é prestado pelos caixas.

Nas cadeias produtivas, os "outputs" são os resultados dos processos de transformação, podendo ser bens ou serviços. Nesse caso existem:

  • TANGIBILIDADE - Os bens físicos podem ser tocados como um computador ou uma revista. Bens intangíveis, como um corte de cabelo ou uma manutenção automóvel, embora possam ser sentidos, não são palpáveis(sólidos).
  • TRANSPORTABILIDADE - Por serem tangíveis, bens físicos são transportáveis (vestuários, medicamentos, etc). Apesar dos bens intangíveis não poderem ser transportados, como um serviço de saúde, os meios para a sua realização podem sê-lo. O inverso pode também ocorrer, o relatório de auditoria, mesmo sendo um serviço, pode ser transportado.
  • SIMULTANEIDADE - Os bens físicos são produzidos antes do consumidor os receber. O livro recém comprado foi produzido previamente. No entanto, os serviços são, na sua grande maioria, produzidos simultaneamente com o seu consumo.
  • CONTATO COM O CONSUMIDOR - A produção de bens físicos não tem contato algum com o seu consumidor final. Os serviços podem ser produzidos e consumidos simultaneamente. Permitem assim um contato entre o consumidor final e a operação.
  • QUALIDADE - A qualidade do bem físico é medida com base no próprio bem. No caso dos serviços, o consumidor acompanha a operação, julgando o resultado e aspectos da operação, avaliando assim a qualidade do serviço.

    Referências

  1. Diário de Um Empreendedor - Marques, Wagner Luiz


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.