Eva Schul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Eva Schul (Cremona, 3 de fevereiro de 1948) é uma bailarina e coreógrafa brasileira, nascida na Itália[1].

Filha de judeus húngaros que fugiram da perseguição nazista, nasceu num campo de refugiados e era criança quando sua família chegou ao Brasil, estabelecendo-se em Porto Alegre. Estudou dança na Argentina e no Uruguai. Depois de um ano no New York City Ballet, deixou a companhia por estar insatisfeita com seus rumos[2]. Buscou na década de 1960 uma forma de fazer da dança uma linguagem pessoal, afastando-se assim do balé clássico. Formou o grupo MuDança, que trazia a política para seus espetáculos nos anos 70.

Sua estética se consagrou na década de 1980, quando também passou a atuar na formação de novas gerações de bailarinos. participu da criação dos cursos de Dança e de Teatro do Teatro Guaíra, em Curitiba. Fundou em 1991 a Ânima Cia. de Dança, em Porto Alegre[3][4].

Recebeu em 2015 a Ordem do Mérito Cultural[5].

Principais coreografias[editar | editar código-fonte]

  • Um Berro Gaúcho
  • Ecos do Silêncio
  • Joplin Blues
  • Hall of Mirrors
  • Tiro Liro Livre
  • Canção da Experiência
  • Catch ou Como Segurar um Instante
  • Dar Carne à Memória

Referências

  1. Figuras da Dança faz homenagem a Eva Schul. TV Cultura, 28 de novembro de 2013
  2. Eva Schul: pioneira da dança no Brasil. Instituto Goethe
  3. Referência da dança no país, Eva Schul celebra 45 anos de carreira. Zero Hora, 4 de julho de 2014
  4. Eva Schul volta ao Guairinha com dança. O Estado do Paraná, 24 de janeiro de 2005
  5. Conheça os agraciados com a OMC em 2015 Arquivado em 23 de setembro de 2018, no Wayback Machine.. Ministério da Cultura, 6 de novembro de 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]