Exidy Sorcerer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Exidy Sorcerer
Computador doméstico
Exidy Sorcerer.jpg
O Exidy Sorcerer
Lançamento: 1978 (35–36 anos) [carece de fontes?]
Descontinuado: 1980 (33–34 anos)
Sistema operativo: Standard BASIC em cartucho, CP/M (em disquete)
Microprocessador: Zilog Z-80 em 2,106 MHz (depois em 4 MHz)
Memória: 4 KiB (base) — 48 KiB (máxima)
Portal Tecnologias da informação

O Sorcerer foi um dos primeiros computadores domésticos, lançado em 1978 pela fabricante de arcades Exidy. Era relativamente avançado para a época, em comparação com seus concorrentes Commodore PET e TRS-80, mas, devido a uma série de problemas, inclusive ausência de investimentos em marketing, a máquina permaneceu praticamente desconhecida. A Exidy terminou por tirá-lo do mercado em 1980, e hoje tornou-se um item cobiçado por colecionadores.

História[editar | editar código-fonte]

O Sorcerer foi lançado em 1978 (embora algumas fontes afirmem que teria sido em 1977, o que parece improvável), ao preço de US$ 895. Era dotado de uma UCP Z80 rodando em 2,106 MHz com 8 KiB de RAM. O sistema de expansão e os drives foram lançados na mesma época.

As vendas na Europa foram bastante boas, através do distribuidor CompuData Systems. A máquina atingiu o auge da popularidade em 1979, quando a rede neerlandesa de televisão, TELEAC, decidiu emular o sucesso da BBC e apresentar seu próprio microcomputador. A empresa belga DAI foi contratada a princípio para desenvolver as máquinas, mas, quando revelaram-se incapazes de entregá-las, a CompuData resolveu o problema fornecendo vários milhares de Sorcerers.

Por volta de 1980, a Exidy já havia decidido parar de produzir o micro, mas as vendas na Europa ainda eram tão boas que a CompuData decidiu licenciar a produção local nos Países Baixos. Eles continuaram a produzir a máquina ainda por muitos anos, desenvolvendo seu próprio micro de 16 bits com UCP Intel 8088, o Tulip System I, o qual substituiu o Sorcerer em 1983.

O Sorcerer também teve vendas expressivas na Austrália. Isto provavelmente deveu-se principalmente ao fa(c)to de que as vendas eram realizadas pela cadeia de lojas Dick Smith Electronics, líder na venda de produtos eletrônicos nesta época, o que impulsionou significativamente o desempenho comercial do micro. O Sorcerer Computer Users Group da Austrália (ou SCUA) continuou a dar suporte ao Sorcerer muito tempo depois da Exidy descontinuá-lo, com atualizações de RAM, acréscimos de velocidade, um "cartão de 80 colunas", e mesmo um programa monitor substituto, o SCUAMON.

Nos Países Baixos, um dos maiores grupos de usuários foi o ESGG (Exidy Sorcerer Gebruikers Groep) o qual publicava uma newsletter mensal em neerlandês e inglês. Por um curto período, foram o maior grupo da federação HCC (Hobby Computer Club).

Características[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]