Filha de Júlio Constâncio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Filha de Júlio Constâncio
Imperatriz-consorte romana do oriente
Reinado 335/336 - 353/354
Consorte Constâncio II
Antecessor(a) Fausta
Sucessor(a) Eusébia
Dinastia Constantiniana
Floruit 335/336–353/354
Pai Júlio Constâncio
Mãe Gala

Uma filha de Júlio Constâncio de nome desconhecido[1] foi imperatriz-consorte romana do oriente, primeira esposa conhecida do imperador Constâncio II[2].

Família[editar | editar código-fonte]

Ela foi mencionada na "Carta ao Senado e ao Povo de Atenas" de Juliano, o Apóstata, como sendo uma irmã de Constâncio Galo[2]. Quando ele menciona a execução de Galo por ordem de Constâncio II, Juliano lista as diversas relações entre os dois: "Constâncio entregou para seus mais inveterados inimigos, seu próprio primo, o césar, marido de sua irmã, o pai de sua sobrinha, o homem que sua própria irmã havia se casado anteriormente"[3].

Galo era filho de Júlio Constâncio com sua primeira esposa Gala, que se assume ser irmã dele[2]. Júlio, por sua vez, era filho de Constâncio Cloro e Flávia Maximiana Teodora e meio-irmão de Constantino I. Logo depois da morte deste em 337, diversos de seus parentes foram assassinados, inclusive Júlio Constâncio[4]. A "História dos Arianos" (358), de Atanásio de Alexandria, relata que o responsável fora Constâncio II: "O senso comum de humanidade não o induziu a poupar nem seus próprios parentes. Seus tios ele assassinou; de seus primos ele se livrou; ele não se apiedou dos sofrimentos de seu sogro, mesmo tendo se casado com sua filha, ou de seus parentes"[5]. Este "sogro" é entendido como sendo Júlio Constâncio.

Juliano era um meio-irmão paterno mais jovem desta imperatriz[4].

Casamento[editar | editar código-fonte]

O casamento dela com Constâncio parece ter sido relatado por Eusébio de Cesareia em sua "Vida de Constantino":

Ao completar o décimo-terceiro ano do reinado [de Constantino] ele solenizou o casamento de seu segundo filho Constâncio II, já tendo feito o de seu primogênito antes. Foi uma ocasião de grande alegria e festividades, com o próprio imperador acompanhando o filho na cerimônia, recebendo os convidados de ambos os sexos, os homens e mulheres em grupos distintos e separados, com grande hospitalidade. Ricos presentes também foram distribuídos de forma liberal entre as cidades e o povo.
 
Eusébio de Cesareia, Vida de Constantino[6].

Estima-se que este casamento tenha ocorrido entre 335 e 336[4].

As fontes não citam quando e onde a imperatriz morreu. Thomas M. Banchich, um historiador moderno, nota que "sua morte pode ter facilitado a queda de Galo em 353-354"[2]. O "Panegírico em Honra a Eusébia", de Juliano, data o casamento de Eusébia, a segunda esposa de Constantino, antes da derrota do imperador rival Magnêncio, que morreu em agosto de 353. Provavelmente a cerimônia se deu no início daquele mesmo ano[7].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Filha de Júlio Constâncio
Nascimento: fl. 335-336 Morte: fl. 353-354
Títulos reais
Precedido por:
Fausta
Imperatriz-consorte romana do oriente
337–c. 353-354
Sucedido por:
Eusébia

Referências

  1. O nome dela era Gala, Júlia ou Constância, os nomes de seus pais - Noel Emmanuel Lenski, The Cambridge companion to the Age of Constantine, Volume 13, Cambridge University Press, 2006, ISBN 0-521-52157-2, p. 107.
  2. a b c d Thomas M. Banchich. «Galo César (15 de março de 351 - 354 A.D.)» (em inglês). Roman Emperors. Consultado em 20 de julho de 2013 
  3. Juliano, o Apóstata (1913). trad. Wilmer Cave Wright, ed. The Works of the Emperor Julian (em inglês). 2. [S.l.: s.n.] pp. 253–255. Consultado em 20 de julho de 2013 
  4. a b c Michael DiMaio, Jr. «Os irmãos de Constantino I» (em inglês). Roman Emperors. Consultado em 20 de julho de 2013 
  5. Atanásio de Alexandria. Philip Schaff (1819-1893), ed. História dos Arianos (em inglês). [S.l.]: Tertullian.org. Consultado em 20 de julho de 2013 
  6. Eusébio de Cesareia. «49». Vida de Constantino (em inglês). 4. [S.l.]: New Advent. Consultado em 20 de julho de 2013 
  7. Prosopografia do Império Romano Tardio , vol. 1