Flamingo-andino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Como ler uma infocaixa de taxonomiaFlamingo-andino
Two andeanflamingo june2003 arp.jpg
Estado de conservação
Espécie vulnerável
Vulnerável (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Phoenicopteriformes
Família: Phoenicopteridae
Género: Phoenicoparrus[1]
Phoenicopterus

Espécie: P. andinus
Nome binomial
Phoenicoparrus andinus
Philippi, 1854

O flamingo-andino (Phoenicoparrus andinus) é uma das quatro espécies de flamingos existentes na América do Sul.

Habita certas áreas da Cordilheira dos Andes, como a Puna de Atacama e no altiplano. Alimenta-se de algas e pequenos crustáceos que dão às suas penas a coloração rosada, e que encontra em lagos de água doce e lagunas de água salgada, notavelmente na laguna Colorada.

Costuma se juntar a bandos de flamingo-chileno para pescar peixes e crustáceos.

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Grebes & Pelicans to Storks». IOC World Bird List (em inglês). Consultado em 12 de Outubro de 2010