Florêncio (governador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Florêncio.

Florêncio (em latim: Florentius) foi um oficial romano do século IV, ativo durante o reinado do imperador Teodósio I (r. 378–395). Talvez era filho do cônsul homônimo. Segundo a oração XLVI do sofista Libânio, seu primeiro ofício foi como governador (presidente?) da Cilícia. Em ca. 392/393, é citado por Libânio como governador (consular) da Síria. Ele escreve uma oração contra sua opressão aos decuriões, advogados, sofistas e comerciantes, sua negociação com a multidão do teatro e sua construção extravagante. Talvez pode ser associado ao arconte citado na oração I de Libânio.[1] Florêncio conhecia Roma e talvez foi levado para lá.[2]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 364.
  2. Martindale 1971, p. 365.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Florentius 9». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press