Francisca de Assis Viana Moniz Bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Francisca de Assis Viana Moniz Bandeira
Nascimento 12 de março de 1824
Salvador
Morte 8 de agosto de 1897 (73 anos)
Santo Amaro
Cidadania Brasil
Ocupação nobre

Francisca de Assis Viana Moniz Bandeira, primeira e única baronesa de Alenquer, (Salvador, 12 de março de 1824Santo Amaro, 8 de agosto de 1897) foi uma nobre brasileira, descendente da família Moniz Barreto de Aragão, influente no cenário político baiano do século XIX. Filha de Manuel Inácio Moniz Barreto de Aragão e Francisca de Assis Viana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Viúva de Custódio Ferreira Viana Bandeira, neto do primeiro barão do Rio das Contas, fazendeiro e proprietário de engenho de cana-de-açúcar, de cujo casamento foram gerados dois filhos: Pedro Ferreira de Viana Bandeira, primeiro visconde de Ferreira Bandeira, e Manuel Inácio Ferreira de Viana Bandeira.

A baronesa tornou-se uma filantropa mais para o final de sua vida, tendo contribuído com avultada quantia para diversas obras sociais, das quais destaca-se o Hospício Pedro II.

Títulos nobiliárquicos e honrarias[editar | editar código-fonte]

Baronesa de Alenquer

Título conferido por decreto imperial em 10 de setembro de 1882.