Frei Pedro da Guarda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Frei Pedro da Guarda (1435-1505), nasceu na Guarda, foi um frade franciscano, conhecido pelos madeirenses por Santo Servo de Deus. Viveu em Câmara de Lobos, na Madeira. Rumores dizem que este frade veio para a Madeira, porque na sua terra natal, era uma pessoa notável e seria constantemente louvado.

Viveu 20 anos na Madeira, há registos que mostram que Frei Pedro da Guarda, escolheu ser cozinheiro, por ser uma profissão humilde, e que apenas comia os restos da comida, deixados por religiosos, em dias de festa e frutos silvestres. Entre muitos contos populares, ouve-se dizer que este tinha poder sobre os animais da terra e as aves do céu, curava pessoas, erguia-se no ar. Outra história interessante é a ter feito, misteriosamente, aparecer um saco de pão, para dar aos mendigos, que estavam à porta do convento. Depois da sua morte, muitas habitantes da Madeira, iam venerar os frade ao Convento, na esperança que ele os curasse. O frade guardense , apesar ter fama de santo, e de ter havido até processos na tentativa de o canonizar, nenhum deles teve sucesso. Em 1835, sem explicação, todos os objetos que lhe prestavam homenagem foram queimados e proibidos. Atualmente, a igreja, nomeadamente a paróquia de Santa Cecília, venera-o como um santo. Tem também uma praça com o seu nome na cidade da Guarda[1]

Referências