Fujiwara no Korechika

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fujiwara no Korechika
藤原伊周
Naidaijin
Período (994 -996)
Dados pessoais
Nascimento 974
Morte 14 de fevereiro de 1010 (36 anos)
linkWP:PPO#Japão

Fujiwara no Korechika (藤原伊周, 974 - 1010?). Foi um estadista, membro da corte e político durante o período Heian da história do Japão [1].

Vida[editar | editar código-fonte]

Foi o segundo filho de Fujiwara no Michitaka, sua mãe era Takashina no Takako, também conhecida como Ko no Naishi (高内侍?). Sua irmã Teishi (Sadako) era casada com o Imperador Ichijo , foi membro do ramo Hokke do clã Fujiwara [1]. Fujiwara no Michimasa foi seu filho.

Korechika aspirava ser Sesshō de seu jovem cunhado, após a morte de seu pai. As ambições de Korechika fez com que entrasse em atrito contra seu tio poderoso, Fujiwara no Michinaga , e a luta pelo poder continuou até a morte inesperada de sua irmã a Imperatriz Teishi. Isso deixou a filha de Michinaga, Shoshi , como a única imperatriz de Ichijo, solidificando o poder de Michinaga na corte.

Em 996, Korechika e seu irmão mais novo Takaie foram exilados para Dazaifu. Foram acusados de quererem provocar uma insurreição. De fato Korechika aceitou a sugestão de seu irmão Takaie de surpreender o Imperador Aposentado Kazan numa noite quando este voltava para sua casa. Uma versão mencionada no Eiga Monogatari afirma que a coisa toda se deu por causa de entreveros amorosos e ciúmes [2]. Outra que foram manejados por Michinaga [3] mas independente das razões as duas versões afirmam que Korechika e Takaie dispararam flechas em direção ao Imperador Aposentado, não com intenção de matá-lo, mas sim de assustá-lo quando estava voltando de uma festa tarde da noite, ocorreu porém que uma flecha perfurou sua manga. O governo tratou esse caso como todo rigor, agindo como se tivesse desbaratado de fato uma insurreição. A capital, e especialmente a residência de Korechika, foram colocados sob um forte esquema de segurança, fazendo com que a população ficasse tensa. Além disso Korechika foi acusado de realizar uma cerimônia esotérica Shingon conhecida como Taigen no Hō (大元帥法?), que era reservada exclusivamente ao imperador, e esta informação foi relacionada com o alegado plano de insurreição. Por fim, até a doença crônica da Imperatriz Senshi afirmaram ser resultado das maldições invocadas por Korechika [2] [3]. Ele foi perdoado um ano depois, e, posteriormente, tornou- se Jun-Daijin ( 准大臣, ministro adjunto?) [1].

Korechika é referido como Gido-Sanshi (儀同三司?) ou Sochi no Naidaijin (帥内大臣?) [1].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 991 foi nomeado Sangi

Em 992 foi nomeado Chūnagon

Em 992 foi nomeado Dainagon

Em 991 foi nomeado Naidaijin

Em 1008 foi nomeado ''Jun-Daijin (准大臣, ministro adjunto?).

Em 14 de fevereiro de 1010 Fujiwara no Korechika morreu aos 36 anos de idade



Precedido por
Fujiwara no Michikane
Naidaijin
(994 -996)
Sucedido por
Fujiwara no Kinsue



Referências

  1. a b c d Louis-Frédéric , "Fujiwara no Korechika" in Japan Encyclopedia (em inglês) Harvard University Press, 2002 p 204 ISBN 9780674017535
  2. a b John S. Brownlee "Political Thought in Japanese Historical Writing: From Kojiki (712) to Tokushi Yoron (1712)" (em inglês) Wilfrid Laurier Univ. Press, 1991 p. 48-49 ISBN 9780889209978
  3. a b Joseph T. Sorensen "Optical Allusions: Screens, Paintings, and Poetry in Classical Japan" (em inglês) BRILL, 2012 pp.202-203 ISBN 9789004231511


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.