Futsal do Clube de Regatas do Flamengo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Futsal do Clube de Regatas do Flamengo é o departamento de futsal, tanto masculino quanto feminino, do Clube de Regatas do Flamengo, sediado no Rio de Janeiro.

Apesar de não ter muita tradição nesta modalidade esportiva, o Futsal do Flamengo já revelou grandes atletas que acabaram indo para o Futebol de campo, como Adílio[1], Júlio César "Uri Geller"[1], Jaime e Chiquinho Leblon, e, mais recentemente, Athirson e Adriano.[2] Por conta disso, existe um lema no clube que diz: "Craque o Flamengo faz no Futsal".[3]

O clube participou da Liga Nacional de Futsal em duas oportunidades: em 2000[4] e em 2001, quando chegou nas semi-finais.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1989, disposta a acabar com a hegemonia de cinco títulos estaduais por parte do Bradesco, a diretoria Rubro-Negra foi às compras e montou um grande time: Paulo Alfredo (ex-Cruzeiro), Adriano (Sadia), Claudinho e Shaolin (ex-Bradesco).[6] O investimento só foi possível graças ao apoio da empresa ‘Digital’, especializada na fabricação de componentes eletrônicos para computadores. Além dos salários dos jogadores, a empresa também ficaria responsável pela manutenção do Departamento de Futebol de Salão do Clube.

Em 1991, o Ginásio Hélio Maurício foi construído especialmente para o Futsal, que ganhou também um departamento próprio.

Em 1998, conquistou pela primeira vez o título do campeonato metropolitano, derrotando na final o Iate Kaiser por 6 x 2.[2]

Em 2003, o clube conquistou, entre outros, o Campeonato Estadual, numa final dramática contra o Petrópolis/Ikinha, com o goleiro rubro-negro garantindo o 6x5 ao defender o tiro de 6 mestros faltando 6 segundos para o fim.[7] Ao todo, em dez torneios disputados, o Flamengo alcançou cinco títulos, sendo agraciado pela Federação de Futsal do Rio, por essa destacada participação, com a Taça Eficiência do Estado do Rio de Janeiro.[2]

No ano de 2007, o Flamengo, após quatro anos sem disputar os campeonatos da categoria adulto, retorna às competições no Rio de Janeiro e chega às semifinais dos campeonatos Metropolitano e Estadual.[2]

Em 2008, o Flamengo se aventurou no Futsal Feminino e conquistou o título Metropolitano.

Depois de anos no ostracismo, o clube anunciou, em agosto de 2019, um projeto de captação de recursos para montar um time competitivo de futsal adulto. EM outubro, o Flamengo fechou parceria com 5 clubes de futsal do Rio para captação e desenvolvimento de atletas.[8]

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Honoríficas[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - Taça Eficiência do Estado do Rio de Janeiro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • 1958 - Taça Brasil - Série Zona Sul (Masculino - Adulto)
  • 1995 - IV Copa Banco do Brasil
  • 1997 - Torneio Clube Meca (MG)
  • 1998 - Campeonato Metropolitano, Troféu Bernard Rajman, Troféu Cidade de Areial
  • 2001 - Copa Rio de 2001
  • 2003 - Campeonato Carioca, Campeonato Metropolitano(2)
  • 2008 - Taça Ricardo Lucena (1º Turno do Campeonato Carioca), Campeonato Estadual
Campanhas de Destaque
Feminino
  • 2008 - Campeonato Carioca de 2008

Referências

  1. a b colunadofla.com/ Ginásio de Futsal/Vôlei e o campo de Society são reinaugurados com homenagens
  2. a b c d somosflamengocomorgulho.com/
  3. flamengo.com.br/ Formando e competindo
  4. folha.uol.com.br/ FUTSAL - Torneio começa hoje com recorde de times tradicionais do campo
  5. uol.com.br/ Flamengo sai na frente nas semifinais da Liga Futsal
  6. ligafutsal.com.br/ Flamengo também montou time de futebol de salão em 1989
  7. esportes.terra.com.br/ Flamengo conquista o título carioca de futsal
  8. terra.com.br/ Flamengo fecha parceria com clubes de futsal do Rio por novos talentos

Links Externos[editar | editar código-fonte]