Galdr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Galdr (plural galdrar) é um temo em nórdico antigo para denominar feitiço ou encantamento. Estes geralmente eram realizados em combinação com certos ritos. [1] Foi dominado por mulheres e homens.[2] Sendo como uma forma de magia cantada, que nas fontes literárias escandinavas mostram que eram utilizadas para cura, adivinhações, proteções e malefícios.

Prática[editar | editar código-fonte]

Os praticantes de Galdr eram especialmente chamados de galdralag. O galdr foi muito utilizado para facilitar as mulheres em seus trabalhos de parto, mas também foram notavelmente usados para trazer a loucura para outra pessoa. Além disso, foi também citado na Laxdæla saga que um mestre em magia Kotkell utiliza o Galdr para levantar tempestades, fazendo navios distantes afundarem. Também utilizados para tornar espadas cegas, tornar uma armadura mais leve e decidir as vitórias ou a derrotas de batalhas.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Galder em Nationalencyklopedin (1992)
  2. Steinsland, G. & Meulengracht Sørensen 1998:72

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Schön, Ebbe. (2004). Asa-termos de referência hammare, . och jättar eu tro och tradição. Fält & Hässler, Värnamo.
  • Steinsland, G. & Meulengracht Sørensen, P. (1998): Människor och makter eu vikingarnas värld. ISBN 91-7324-591-7