Garça-real-europeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Garça-real-europeia
Graureiher Grey Heron.jpg
Classificação científica edit
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Pelecaniformes
Família: Ardeidae
Gênero: Ardea
Espécies:
A. cinerea
Nome binomial
Ardea cinerea
Linnaeus, 1758
Crânio
Ardea cinerea - MHNT

A garça-real-europeia (no Brasil) (Ardea cinerea) é uma garça da Europa cuja aparência é a de uma ave com dorso cinza e faixa superciliar negra que se estende até as longas penas nucais. Também é conhecida pelos nomes de galangundo (em Angola), garça-real ou garça-cinzenta (em Portugal).[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

É a garça mais abundante e difundida da Europa. Possui um comprimento de cerca de 95 cm, uma envergadura de 185 cm e peso de 1,6 a 2 kg. Pode viver cerca de 25 anos. Apresenta pernas altas, pescoço longo e bico longo e afilado. Os juvenis apresentam cores mais claras, dorso cinzento acastanhado e ventre branco raiado de negro e não possuem penacho. Atingem a maturidade aos dois anos de idade.

Habitat[editar | editar código-fonte]

Pode ser encontrada normalmente em extensões de água doce com pouca profundidade e também em costas marítimas. Muitas vezes partilha o habitat das cegonhas.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Alimenta-se principalmente de peixes, mas não despreza batráquios, répteis, pequenos mamíferos, insetos ou moluscos terrestres e aquáticos. Digere bem as espinhas mas regurgita os pelos dos roedores na forma de bolas.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Reproduz-se de Fevereiro a Julho. Nidifica normalmente em colónias, em cima de árvores, perto da água. O seu ninho é chato, em forma de plataforma, semelhante ao das cegonhas. A fêmea põe de 3 a 6 ovos muito claros. Os ovos são cobertos alternadamente pelos dois progenitores durante 25 a 28 dias. Os jovens começam a voar ao fim de 50 dias e abandonam o território dos pais ao fim de 8 a 9 semanas.

Características[editar | editar código-fonte]

Durante o voo retrai o pescoço. Este facto, associado ao bater de asas lento e pesado, poderá dar origem à confusão com o voo de uma ave de rapina, mas diferencia-o definitivamente das cegonhas.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Existem 4 subespécies:

Referências

  1. BirdLife International (2019). «Ardea cinerea». Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas. 2019: e.T22696993A154525233. doi:10.2305/IUCN.UK.2019-3.RLTS.T22696993A154525233.enAcessível livremente. Consultado em 19 de novembro de 2021 
  2. «Ardea cinerea». Fauna Europaea (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]