Gardaia (cidade)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outras acepções, veja Gardaia.
Gardaia

غرداية

  Comuna e cidade  
Ghardaia.jpg
Localização
Localização da cidade dentro da província de Gardaia
Localização da cidade dentro da província de Gardaia
País  Argélia

Gardaia[1] (em árabe: غرداية, lit. 'Ghardaïa', em francês: Ghardaïa) é a capital da província de Gardaia, Argélia. Segundo o censo de 2008, a população total da cidade era de 93 423 habitantes.[2]

História[editar | editar código-fonte]

A partir do século X, após a queda do Reino Rustamida pelos Fatímidas, os refugiados de Tahert instalaram-se em Sedrata, perto de Uargla. Depois chegam à região de Chebka, em Mzab. No século XIX, construíram a pentápole do Mzab: Gardaia, Melika, Beni Isguen, Bounoura e El Atteuf[3]. Ghardaïa foi fundada em 1048 ou 1053[4] na margem direita do Oued M'zab e a montante dos outros quatro centros da pentápole.

Localizada no eixo do meridiano de Argel, que é ideal para penetrar a sul, a cidade rapidamente se tornou a capital comercial do Mzab, e constitui um retransmissor da caravana transaariana. É uma das principais cidades a beneficiar deste vento desde o século XIX e adquiriu o estatuto de cidade "opulenta" da pentápole. Este tráfego ainda era próspero no século XVIII.

Vale do Mzab

Referências

  1. Editores 2014.
  2. «Wilaya de Ghardaia: répartition de la population résidente des ménages ordinaires et collectifs, selon la commune de résidence et la dispersion» (PDF) (em francês)  Dados do recenseamento geral da população de 2008 no site do ONS.
  3. C. Agabi (1 de junho de 2011). «Ibadites». Encyclopédie berbère [Online], document I06. Consultado em 7 de fevereiro de 2020 
  4. http://www.monographie.caci.dz/index.php?option=com_content&view=article&id=77 Chambre algérienne de commerce et d'industrie

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Argélia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.