Gaspard de La Nuit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gaspard de La Nuit é uma canção composta por Maurice Ravel em 1908.[1][2][3] Foi inspirada em uma série de poemas em prosa fantásticos do escritor Aloysius Bertrand. No poema, o autor relata uma série de surpreendentes visões e aventuras protagonizadas por um personagem cujo nome significa "Gaspar da Noite"(em francês, Gaspard de La Nuit). Trabalhando sob o encanto do texto evocativo de Bertrand, Ravel baseou seu Gaspard em três desses contos. O título do primeiro movimento, Ondine, refere-se a um legendário espírito feminino das águas que tenta seduzir um jovem e arrastá-lo para sua morada no fundo de um lago. O segundo movimento, intitulado Le Gibet (em português, "O patíbulo"), transmite uma atmosfera apropriadamente densa. O terceiro movimento, Scarbo, é o nome de um gnomo que corre quase à velocidade da luz e assume a forma que desejar.

Referências

  1. Bruhn, Siglind (1997). Images and Ideas in Modern French Piano Music: the Extra-musical Subtext in Piano Works by Ravel, Debussy, and Messiaen. Col: Aesthetics in music. 6. Stuyvesant, New York: Pendragon Press. p. xxviii. ISBN 0-945193-95-5. OCLC 37573693 
  2. Alexander Eccles (primavera de 2004). «Gaspard de la nuit: Horror and Elegance» (PDF). .stanford.edu. Consultado em 9 de julho de 2013 
  3. Bertrand Guégan (Ed.), Gaspard de la Nuit, Fantaisies à la manière de Rembrandt et de Callot, par Aloysius Bertrand. Edition publiée d'après le manuscrit de l'auteur (Payot, Paris 1925), p. 24.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.