Gay lisp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O gay lisp é um esteriótipo americano para o sotaque gay.[1] [2]

É associeado aos gays masculinos nos Estados Unidos.[3] [4] [5]

Muito já foi estudado sobre o sotaque gay e ainda não se chegou a nenhum consenso sobre sua origem.[6] [7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Linville, S. (1998). Acoustic correlates of perceived versus actual sexual orientation in men's speech. Pholia Phoniatrica et Logopaedica, 50, 35-48.
  2. Munson, B., McDonald, E.C., & DeBoe, N.L., & White, A.R. (2006). The acoustic and perceptual bases of judgments of women and men's sexual orientation from read speech. Journal of Phonetics.
  3. Bowen, Caroline (2002). "Beyond Lisping: Code Switching and Gay Speech Styles". Consult. January 19, 2011. 
  4. McKinstry, Oliver (March 1, 2002). "Queering Multiculturalism". The Mac Weekly. Macalester College. Arquivado desde o original em September 22, 2006. Consult. January 19, 2011. 
  5. [1] Examples of LGBT writing in which "gay lisp" used as a general term for the sound of gay male speech [ligação inativa]
  6. Munson, B., & Zimmerman, L.J. (2006b). Perceptual Bias and the Myth of the 'Gay Lisp'. Poster Presentation at the Annual Meeting of the American Speech-Language-Hearing Association, Miami, FL.
  7. Renn, Peter. "Subtypes of Male Homosexuality: Speech, male sexual orientation, and childhood gender nonconformity"". 

Literatura[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.