Gisela de Lluçá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gisela de Lluçà (m. 1079), foi condessa consorte de Barcelona de 1027 a 1035, e condessa de Osona, de 1035 a 1054.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1027 casou-se com o Conde de Barcelona Berengário Raimundo, já viúvo, convertendo-se na sua segunda esposa. Do matrimónio nasceu o infante Guilherme.

À morte do pai, Guilherme herdou o Condado de Osona, que se separou desta forma dos domínios da linha principal da Casa de Barcelona. Como era menor de idade (à morte do pai tinha sete anos) a mãe tomou a regência do condado. Há outras fontes que sugerem, porém, que mãe e filho governaram em conjunto [1]. Porém em 1054, Gisela torna a casar, desta vez com o visconde Udalardo II de Barcelona, que a fará renunciar ao condado. Desta forma, também Guilherme renuncia em favor do irmão, que reúne Osona aos domínios familiares.

Referências

  1. Rotger, Agnès (outubro de 2012). «La gran dama del tron català». Barcelona. Sàpiens (121): 16-21. ISSN 1695-2014 
Gisela de Lluçá
Nascimento: ? Morte: 1079
Precedido por
Sancha de Castela
Flag of Catalonia.svg
Condessa consorte de Barcelona
(Barcelona, Girona, Osona e Manresa)

1027 - 1035
Sucedido por
Isabel de Nîmes
Precedido por
Berengário Raimundo I
como Conde de Barcelona e Osona
Flag of Catalonia.svg
Condessa Regente de Osona

1035 - 1054
(em nome de Guilherme I)
Sucedido por
Raimundo Berengário I e Almodis de La Marche
Reunião de Osona a Barcelona'