Golpe de publicidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

No marketing, um golpe de publicidade, ou jogada/truque/manobra de publicidade/publicitário(a), é um evento ou ato planejado para atrair a atenção do público aos promotores ou as suas causas.[1]

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Golpes de publicidade podem ser organizados profissionalmente ou montados por amadores.[2] Esses tipos de eventos são frequentemente utilizados por anunciantes, e por celebridades que notavelmente incluem atletas e políticos.

Algumas vezes as organizações buscam maior publicidade criando eventos extraordinários visando atrair a atenção da mídia. Podem ser eventos inovadores, tentativas de quebra de recordes mundiais, conferências de imprensa ou protestos organizados. Planejando e administrando o evento, a organização tenta ganhar algum tipo de controle sobre o que é falado na mídia.[3]

Pode ser difícil para as organizações criarem truques publicitários bem-sucedidos que destacam a mensagem em vez de prejudicá-la. Por exemplo, faz sentido para uma pizzaria assar a maior pizza do mundo, mas não faria sentido para o YMCA patrocinar esse mesmo evento. A importância das manobras publicitárias é para gerar interesse nas notícias e conscientização sobre o conceito, produto ou serviço que está sendo comercializado.[4][1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Publicity stunt». Wikipedia (em inglês). 3 de abril de 2021. Consultado em 15 de maio de 2021 
  2. «Advertising». The Balance Careers (em inglês). Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. Cutlip, Scott; Center, Allen; Broom, Glen (1985). Effective Public Relations. Englewood Cliffs, new Jersey: Prentice Hall. pp. 8–9. ISBN 0-13-245077-1  Verifique o valor de |url-access=registration (ajuda)
  4. Horton, James. «Publicity Stunts What Are They? Why Do Them?» (PDF). Consultado em 15 de outubro de 2008. Cópia arquivada (PDF) em 4 de março de 2016