Gonçalo Fernandes Trancoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Gonçalo Fernandes Trancoso (Trancoso, c.1520 - local desconhecido, 1596) foi perceptor ou mestre de humanidades e um dos primeiros contistas portugueses. Pouco se sabe sobre a sua vida para além de que viveu em Lisboa e perdeu a família, mulher dois filhos e um neto, na peste que assolou Lisboa em 1569. Foi o autor dos Contos e Histórias de Proveito e Exemplo (1575) e de Regra Geral das Festas Mudáveis (1570). As suas obras tiveram grande sucesso na época e foram reimpressas várias vezes até ao século XVIII.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]