Grácia Pasitea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Abril de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura lua de Júpiter, veja Pasite (satélite).

Grácia Pasitea é uma das graças, e esposa de Hipnos (o deus do sono) na mitologia grega.[1][2][Nota 1] Foi oferecida a ele por Hera.[1] Em outra versão, de Nono de Panópolis, Pasitea é filha de Dioniso[3][4] e de Hera. Ou de Zeus e Eurinome ou Hera.[5]

Notas e referências

Notas

  1. O texto de Pausânias traz um longo estudo sobre as origens do culto às Graças, com diversas variantes no seu número, nome, genealogia e representações artísticas

Referências

  1. a b Homero, Ilíada, 14.242-269
  2. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 9.35.4
  3. Nono de Panópolis, Dionisíaca, Livro 15, 87
  4. Nono de Panópolis, Dionisíaca, Livro 33, 37
  5. Nono de Panópolis, Dionisíaca, Livro 31, 103
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.