Grande Seimas de Vilnius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moeda comemorativa de Litas dedicada ao centenário da Grande Seimas de Vilnius.

A Grande Seimas de Vilnius (em lituano: Didysis Vilniaus Seimas, também conhecida como a Grande Assembléia de Vilnius ou a Grande Dieta de Vilnius), foi uma grande assembléia que aconteceu de 4 a 5 de dezembro de 1905 em Vilnius, Lituânia, então parte do Império Russo, muito inspirada pela Revolução Russa de 1905. Foi o primeiro congresso nacional moderno na Lituânia e lidou primariamente não com assuntos sociais que geraram a revolução, e sim com as preocupações nacionais.[1] Mais de 2.000 participantes fizeram parte da Seimas. A assembléia decidiu por demandar vasta autonomia política dentro do Império Russo e alcançar isso por meios pacíficos. É considerada um passo importante a caminho da Declaração de Independência da Lituânia, adotada em 16 de fevereiro de 1918 pelo Conselho da Lituânia, uma vez que a Seimas criou as bases para o estabelecimento de um estado independente lituano.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Vardys, Vytas Stanley; Judith B. Sedaitis (1997). Lithuania: The Rebel Nation. Westview Series on the Post-Soviet Republics WestviewPress [S.l.] pp. 19–20. ISBN 0-8133-1839-4. 
  2. Eidintas, Alfonsas; Vytautas Žalys, Alfred Erich Senn (1999). : Ed. Edvardas Tuskenis. Lithuania in European Politics: The Years of the First Republic, 1918-1940 Paperback ed. (New York: St. Martin's Press). pp. 17–18. ISBN 0-312-22458-3. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]