Grupo Folclórico Parafusos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Grupo Folclórico Parafusos[1][2][3][4][5] é um grupo cultural e folclórico de Lagarto, Sergipe, sendo considerado o único do tipo no Brasil.[6] Sua representação cênica faz alusão à fuga de escravos das senzalas,[7][8] sendo o "parafuso" conhecido como a dança da fuga,[9] dança essa que teria sido criada pelos escravos para comemorar a abolição.[10]

História[editar | editar código-fonte]

O grupo remonta ao período colonial, quando escravos sonhavam com a liberdade nos quilombos, para escapar do sofrimento.[11] Sua fundação foi em 7 de setembro de 1897, pelo Padre José Saraiva Salomão.[12]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Grupo Parafusos abrem Festival Folclórico no Paraná». infonet.com.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  2. «Festival do Folclore de Olímpia, SP, receberá 70 grupos folclóricos». g1.globo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  3. «Festival do Folclore de Olímpia, SP, recebe 72 grupos durante sete dias». g1.globo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  4. «50º Festival do Folclore de Olímpia começa neste sábado». g1.globo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  5. «Imbassaí sedia encontro de músicas e danças». atarde.uol.com.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  6. «Parafuso». www.museudagentesergipana.com.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  7. «A DANÇA DOS PARAFUSOS». lounge.obviousmag.org. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  8. «Com quantas palavras se faz uma tradição». gazetaweb.globo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  9. «Dança do parafuso». jornalnacional.globo.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  10. «Desfile cultural cheio de cores e ritmos invade ruas de Laranjeiras, SE». g1.globo.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  11. «Parafuso». www.museudagentesergipana.com.br. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  12. «54ºFESTIVAL DO FOLCLORE - Bacamarteiros, Parafusos e Taieiras representam Sergipe em Olímpia». www.olimpia24horas.com.br. Consultado em 19 de fevereiro de 2020