Guilherme Barroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Guilherme Barroso (Cascais, Cascais, 16 de abril de 1986) é um ator português.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou em televisão na TVI na telenovela Ninguém como Tu em 2005 como Henrique Arvana - o bailarino. Desde aí já participou em outras produções televisivas quer como ator, quer como dobrador. Em Teatro já trabalhou com encenadores como Philippe Leroux, José Boavida, Pedro Marques, João Nuno Esteves, João Ferrador, Miguel Germano, entre outros.

Formação[editar | editar código-fonte]

- Workshop sobre o método Lee Strasberg com Robert Castle. (2011) - Curso de Cultura Teatral: Do Teatro Clássico ao Renascimento com Maria de Fátima Sousa e Silva, Cristina Pimentel, Aires Pereira do Couto, Teresa Amado, José Camões, Idalina Resina Rodrigues, Maria João Almeida, Maria Helena Serôdio, Teatro Nacional D.Maria II (2011) - Curso Formação Para Atores. Formação Teatral.(2010/2011) Disciplinas: : Método Jacques Lecoq, Lee Strasberg, Stella Adler, Grotowski, Meisner; Improvisação; Televisão, Publicidade, Cinema; Voz, Canto, Dobragens; Historia do Teatro, Dramaturgia; Iluminação; entre outras. Professores: Ana Leonor Pereira, Antonino Solmer, , John Frey, José Boavida, Pedro Marques, Rui de Sá, Suzana Borges, entre outros. - Workshop sobre o método Lee Strasberg com Márcia Haufrecht.(2009) - Curso de bartender – Cocktail Academy, nível 1 (2007) - Master Drinks Academy com Paulo Ramos, Cocktail Academy, (2007) - Workshop: Ensaio sobre a Comédia com José Lobato, Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul(2006) - Curso de Formação de Actores. In Impetus(2005/2006) Disciplinas: Interpretação; Voz e Dicção; Corpo e Movimento; Estética Teatral; Stage Combat; Técnica da Mascara; Método de Lee Strasberg; Técnica de Meisner e Viola Spolin; Técnica de Mimo e de Gestualidade; Técnicas de “Clown”, entre outras. Professores: António Silva, Artur Lopes, Ávila Costa, David McGown, Mestre Eugénio Roque, Mário Bomba, Sofia Cabrita, entre outros. - Formação técnica em desportos individuais e colectivos: Ginástica, Atletismo, Natação, Futebol, Andebol, Basquetebol, Voleibol, Rugby, Judo, Taekowndo, Krav Maga, Remo (2003/2006)


Televisão[editar | editar código-fonte]

- Mini-Série “O amor é um sonho”, Plural, Tvi (2011) - Serie “Ele é Ela", Plural, Tvi (2009) - Novela “Deixa que te leve”, Plural, Tvi (2009) - Série “Liberdade 21”, Sp Televisão, Rtp1 (2008) - Novela “A Outra”, Nbp, Tvi (2008) - Novela “Morangos com açúcar, série IV”, Nbp, Tvi (2007) - Série “Diário de Sofia”, beActive, Rtp2 (2006) -Novela “Ninguém como tu”, Nbp, Tvi (2005)


Dobragens[editar | editar código-fonte]

- Serie “A Rua Sésamo: As grandes aventuras do Egas e do Becas” várias vozes, RTP (2012) - Serie “A Rua Sésamo: Brinca comigo” várias vozes e personagem principal Telmo, RTP (2012) - Serie “As aventuras do Max: O inicio”, voz Professor Higgabottom, Rex, e outras, RTP (2012) - Serie “As aventuras do Max: Elemagika”, voz Professor Higgabottom, Jag, e outras, RTP (2012) - Filmes A Rua Sésamo: “Karaoke”; “A magica aventura do dia das bruxas” ; “Ser Verde” ; “Qual é o nome desta canção”, várias vozes e personagem principal Telmo, RTP (2011) - Filmes Robbie – a Rena: “Botões de fogo” ; “E os cascos de fogo” ; “Encontros inusitados de um tremendo grau” ; “A lenda perdida”, várias vozes, RTP (2011) - Serie “O meu amigo gigante”, voz de Giga, Tuca e Victor, RTP (2011) - Serie “Moko, o jovem explorador”, narração, RTP (2011)


Cinema[editar | editar código-fonte]

- Curta-metragem “As Maltratadas”, personagem Javier, realização de Ana Campina (Best short movie in Hollywood Brazilian Film Festival e seleccionada para os festivais internacionais de São Paulo, Montreal, Irlanda) (2008)

Teatro[editar | editar código-fonte]

- “Felizmente há Luar!” de Luís de Sttau Monteiro, encenação João Nuno Esteves, Casa dos Afectos (2012) - “Memorial do Convento” de José Saramago, encenação João Nuno Esteves, Casa dos Afectos,(2011 e 2012) - “Tempos Modernos”, textos de Karl Valentin, encenação Pedro Marques, S.I.Guilherme Cossoul (2011) - “Dog park or Sexual Perversity in Magnuson” de Dennis Schebetta, encenação e interpretação, Culturona (2011) - “O Rei Vai Nu” de Phillipe Leroux, encenação Phillipe Leroux, Aud. Lourdes Norberto (2011) - “Ferro Velho” de Formação Teatral, encenação José Boavida, S.I. Guilherme Cossoul (2011) - “Frei Luís de Sousa” de Almeida Garrett, encenação João Nuno Esteves, Casa dos Afectos, espectáculo itinerante (2011) - “Natal na floresta” de Andrea Lavareda, encenação José Lobato, Á Procura de Shakespeare, espectáculo itinerante (2010) - “Vista sobre o mar” de Knarf van Pellecom, interpretação e assistencia de encenação, encenação José Boavida, Teatro Mínimo, S.I. Guilherme Cossoul (2010) - “O Mundo Submerso” de Gary Owen, encenação Pedro Marques, Teatro Mínimo, S.I. Guilherme Cossoul (2010) - “Saved” de Edward Bond, leitura encenada por Pedro Marques, Projecto Teia: Teatro Nacional D. Maria II (2010) - “Natal dos Bonecos” de Andrea Lavareda, encenação José Lobato, Á Procura de Shakespeare, espectáculo itinerante (2009) - “O Duelo” texto e encenação de Philippe Leroux, Teatro Mínimo, S.I. Guilherme Cossoul (2009) - “Viveiro de loucos” – encenação José Lobato, Á Procura de Shakespeare, Centro Cultural Ílhavo (2009) - “Aparências” de Knarf van Pellecom, encenação José Boavida, Teatro Mínimo, S.I. Guilherme Cossoul (2008) - “Bairro Solidão” textos e encenação de Miguel Germano, Quem não tem cão, Cineteatro de Rio Maior (2008) - “Anjos Marginais” textos de Bernardo Santareno, encenação João Ferrador, Alto do Pina (2008) - Apresentações de teatro de fantoches para a S.M.A.S (companhia de águas) (2007) - Adaptação da peça “Antigona… Infame” encenação de Pedro Barão e Ávila Costa, In Impetus, Clube Estefânia (2006) - “Lendas de sua majestade – o Rei”, teatro infantil, encenação de Hélder Chainho – Teatro Bocage (2006) - “A Marcha” de Alberto Adelanche, encenação de Ávila Costa, In Impetus, Clube Estefânia (2006)