HMS King George V

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
HMS King George V
King George V class battleship 1945.jpg
Carreira  Reino Unido
Operador Marinha Real Britânica
Fabricante Vickers-Armstrongs, Newcastle
Homônimo Jorge V do Reino Unido
Batimento de quilha 1 de janeiro de 1937
Lançamento 21 de fevereiro de 1939
Comissionamento 11 de dezembro de 1940
Descomissionamento junho de 1950
Indicativo visual 41
Estado Desmontado
Características gerais
Tipo de navio Couraçado
Classe King George V
Deslocamento 42.200 t
Maquinário 8 caldeiras
4 turbinas
Comprimento 227 m
Boca 31 m
Calado 9,9 m
Propulsão 4 hélices triplas
- 125 000 hp (93 200 kW)
Velocidade 28 nós (51,9 km/h)
Autonomia 5.400 milhas náuticas a 18 nós
(10.000 km a 33 km/h)
Blindagem Cinturão superior: 370 mm
Cinturão inferior: 140 mm
Convés: até 137 mm
Torres de artilharia: 324 mm
Barbetas: 324 mm
Armamento 10 canhões de 355 mm
16 canhões de 133 mm
64 canhões antiaéreos de 40 mm
Aeronaves 4 Supermarine Walrus
Tripulação 1314 a 1631

O HMS King George V foi o navio da Marinha Real Britânica que iniciou a classe de couraçados King George V em 1939.

Pela tradição o primeiro couraçado construído no reinado de um monarca do Reino Unido, devia receber seu nome, no caso King George VI (em homenagem a Jorge VI do Reino Unido). Porém o rei instruiu o Almirantado Britânico para nomear o navio de guerra em honra de seu pai, Jorge V. O King George V foi construído por Vickers-Armstrong na base naval de Walker's, Newcastle onde teve sua quilha colocada em 1 janeiro 1937, lançado em 21 fevereiro 1939, e comissionado em 11 dezembro 1940.

História[editar | editar código-fonte]

Era a capitânia da Home Fleet sob o comando do almirante Sir John Tovey, e foi envolvido na perseguição contra o couraçado alemão Bismarck. Em 27 maio 1941, ele e o Rodney abriram fogo pesado até selar o destino do navio inimigo.

Quando escoltava o combóio PQ-15 a Murmansk em 1 maio 1942, o King George V colidiu com o contratorpedeiro HMS Punjabi, tendo por consequência o afundamento do último navio com o grupo 49, e os danos no casco do couraçado.

No Mar Mediterrâneo, o King George V cobriu os desembarques na Sicília, ele também transportou o Primeiro Ministro, Winston Churchill, voltando para a Grâ Bretanha da Conferência de Teerã.

De 1944 até a rendição do Japão, o King George V serviu com a frota britânica do Pacífico, e estava fora do Japão durante o ceremônia oficial da rendição.

Recomissionado como a nave-capitânia da Home Fleet em 1946. Apenas três anos mais tarde, o King George V foi descomissionado, indo para frota da reserva e foi desmontado subseqüentemente em Dalmuir em 1957.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Campbell, John. (1985). Naval Weapons of World War Two. London: Conway Maritime Press. ISBN 0-87021-459-4 
  • Chesneau, Roger. (2004). Ship Craft 2: King George V Class Battleships. Chatham Publishing. ISBN 1-86176-211-9
  • Chesneau, Roger, ed. (1980). Conway's All the World's Fighting Ships 1922–1946. Greenwich: Conway Maritime Press. ISBN 0-85177-146-7.
  • Garzke, William H., Jr.; Dulin, Robert O., Jr. (1980). British, Soviet, French, and Dutch Battleships of World War II. London: Jane's. ISBN 0-7106-0078-X.
  • Molony, Brigadier C.J.C.; Flynn, Captain F.C. (R.N.); Davies, Major-General H.L. & Gleave, Group Captain T.P. (2004) [1st. pub. HMSO:1973]. Butler, Sir James, ed. The Mediterranean and Middle East, Volume V: The Campaign in Sicily 1943 and The Campaign in Italy 3rd September 1943 to 31st March 1944. Col: History of the Second World War, United Kingdom Military Series. Uckfield, UK: Naval & Military Press. ISBN 1-84574-069-6 
  • Raven and Roberts. British Battleships of World War 2: The Development and Technical History of the Royal Navy's Battleships and Battlecruisers from 1911 to 1946. [S.l.]: Weidenfeld & Nicholson. ISBN 978-0-85368-141-0 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre HMS King George V