Hinterlândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hinterlândia (do alemão hinterland) literalmente significa a 'terra de trás' (de uma cidade ou porto). Em alemão, a palavra também se refere à parte menos desenvolvida de um país - menos dotada de infraestrutura e menos densamente povoada, sendo também sinônimo de sertão ou interior.[1]

Em geografia urbana, hinterlândia corresponde a uma área geográfica (que pode se tratar de um município ou um conjunto de municípios) servida por um porto e a este conectada por uma rede de transportes, através da qual recebe e envia mercadorias ou passageiros (do porto ou para o porto).[2] Trata-se, portanto, da área de influência de uma cidade portuária que, por concentrar significativa atividade econômica, pode engendrar uma rede urbana, constituída por centros urbanos menores.[3] Posteriormente, o conceito passou a ser utilizado também no caso de cidades não portuárias que são "cabeças-de-rede". [4] [5]

Por analogia, o termo pode ser aplicado à área que circunda um centro de comércio ou serviços e da qual provêm os clientes. O conceito foi também aplicado à área ao redor de ex-colônias européias na África, que, apesar de não serem parte da colônia, eram por ela influenciadas.

Referências

  1. Verbete "hinterlândia" Dicionário Aulete da Língua Portuguesa. Visitado em 12 de agosto de 2015.
  2. PAIVA, Rodrigo Tavares Zonas de Influência Portuárias (Hinterlands) e um Estudo de Caso em um Terminal de Contêineres com a Utilização de Sistemas de Informação Geográfica Capítulo 3. "Hinterland", p. 38. PUC-Rio, 2006
  3. Por SANTOS, Milton Manual de geografia urbana. Edusp, 2008, 3ª ed. p.122.
  4. A Construção de uma nova centralidade urbana: Sete Lagoas (MG), por Marly Nogueira. Revista Sociedade & Natureza, vol. 18, n° 35 (2006).
  5. Grande cidade aos 50 anos, por Aldo Paviani.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.