Iúçufe ibne Ali

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Iúçufe ibne Ali
Conhecido(a) por um dos "Sete Santos de Marraquexe"
Morte 1196
Nacionalidade  Marrocos
Ocupação Místico e santo sufi
Principais interesses Sufismo
Religião Islão
Exterior do Mausoléu de ibne Ali, em Marraquexe

Sidi Iúçufe ibne Ali (Sidi Youssef ben Ali, Abu Iacube Iúçufe ibne Ali (Abu Yaakub Youssef ben Ali), Iúçufe ibne Ali (Yusuf bin Ali) ou Iúçufe ibne Ali al-Sanhaji (Yusuf bin Ali as-Sanhagi; m. 1196) foi um místico sufi de origem iemenita, um discípulo brilhante do xeque Abu Asfur e um dos Sabatu Rijal (Sete Santos de Marraquexe). Atacado pela lepra, passou a maior parte da sua vida na leprosaria situada junto à Babe Agmate, em Marraquexe, Marrocos.

Apesar da sua terrível doença, manteve até à sua morte uma fé inabalável. O seu mausoléu foi mandado edificar pelo sultão saadiano Mulai Abdalá. A zauia situa-se em frente ao Babe Agmate. O prenome "Sidi" (tradução aproximada: santo) deve-se aos sofrimentos por que passou e à sua fé.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre figuras históricas de Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.