Identificação por dois fatores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Autenticação por dois fatores oferece identificação aos usuários através da combinação de dois componentes diferentes. Esses componentes podem ser algo que o usuário sabe, algo que o usuário possui ou algo que é inseparável do usuário. Um bom exemplo da vida cotidiana é a operação de saque em um terminal bancário de auto-atendimento. Apenas a combinação correta do cartão (algo que o usuário possui) e da senha (algo que o usuário sabe) permite a operação ser completada.

Componentes[editar | editar código-fonte]

O uso da identificação por dois fatores para provar a identidade de alguém é baseado no fato de que ambos os fatores precisam ser utilizados e estarem corretos. Se um dos componentes for perdido ou usado incorretamente, a identidade do usuário não pode ser estabelecida livre de suspeita. Os fatores de identificação pode ser:

  • algo que o usuário possui, como um pendrive, um cartão bancário, uma chave, ...,
  • algo que o usuário sabe, um nome de usuário, uma senha, ... ou
  • algo que não pode ser separado do usuário, como a digital, padrões da iris, ....
Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.