Identificador Único Global

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Um Identificador Único Global ou GUID (do inglês Globally Unique IDentifier) é um tipo especial de identificador utilizado em aplicações de software para providenciar um número de referência que será único em qualquer contexto (por isso "universal"), como em uma definição de referência interna para um tipo de ponto de acesso em uma aplicação de software ou na criação de chaves únicas em um banco de dados. Apesar cada GUID gerado não possuir nenhuma garantia de ser único, o número total de chaves únicas (2128 ou ~3.4×1038) é tão grande, que a probabilidade de o mesmo número ser gerado duas vezes é muito pequena. Por exemplo, considerando que o universo observável contém 5×1022 estrelas, cada estrela poderia ter ~6.8×1015 de GUIDs próprios.

O termo "GUID" geralmente refere-se à implementação da Microsoft do padrão UUID (Universally Unique Identifier, ou, em português, Identificador Único Universal); no entanto, muitos outros softwares utilizam o termo "GUID", incluindo Oracle Database, dBase, OpenView Operations e Novell eDirectory. O GUID também é a base para a GUID Partition Table (Tabela de Partição GUID), substituta da Intel para a MBR sobre a EFI.

O valor do GUID segue o layout de grupos de 8, 4, 4, 4 e 12 dígitos hexadecimais e minúsculos, separados por hífens. Um exemplo de valor válido para um GUID: 561d1cc4-c7b5-431e-94a7-e0c2ed9a8d2c.