Imprimatur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Imprimātur é um termo latino que se refere à permissão ou autorização concedida por autoridades eclesiásticas (antigamente, também pelos censores régios) para que determinado texto seja impresso texto. Essa autorização deve então a figurar no verso da página de rosto ou do anterrosto. [1]

A palavra corresponde a uma substantivação do latim imprimātur ('que se imprima'), 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo passivo de imprimō ('aperta sobre; imprime').

Antes do Imprimatur, que é dado por um bispo[2] , passa-se pelo censor da diocese, que dá o Nihil obstat ('nada contra'), e, se o autor do livro for membro de uma Ordem, o Superior, antes do censor, dá o Imprimi potest (pode ser impresso). [3] Sendo, pois, esta a sequência: Imprimi Potest. Nihil Obstat e, finalmente, o Imprimatur.

Tais autorizações aparecem normalmente da seguinte forma:

                                 Imprimatur
                          
                        Nihil obstat   Imprimi potest 

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete imprimatur ou imprimátur.


Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.