Inês Joaquina da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Inês Joaquina da Costa - morreu em 1905, foi a fundadora do Sitio de Pai Adão por volta de 1875.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • René Ribeiro, Cultos Afro-Brasileiros do Recife. Recife: Instituto Joaquim Nabuco. 1952.
  • Anilson Lins, Xangô de Pernambuco, ensinamentos contidos no manual do Sítio de Pai Adão, Pallas, ISBN 8534703701
  • Roger Bastide, As Religiões Africanas no Brasil: Contribuição para uma Sociologia das Interpenetrações de Civilizações. São Paulo, Livraria Pioneira Editora, 1989.
  • Roberto Motta, Religiões populares do Recife como resposta à ecologia tropical da cidade. In: SEMINÁRIO DE TROPICOLOGIA: trópico & o Recife eurotropical, 1977, Recife. Anais… Organização e prefácio de Roberto Motta. Recife: Fundaj, Massangana, 1987. p. 78-91. [III Reunião Ordinária].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.