Inês de Monferrato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Inês de Monferrato
Imperatriz-consorte do Império Latino
Reinado 12071208
Consorte Henrique de Flandres
Antecessor(a) Maria de Champanhe
Sucessor(a) Maria da Bulgária
Dinastia Casa de Aleramici (nasc.)
Casa de Hainaut (matr.)
Nascimento c. 1187
Morte 1208 (21 anos)
Filho(s) Não teve
Pai Bonifácio I de Monferrato
Mãe Helena del Bosco

Inês de Monferrato (em italiano: Agnes de Montferrat) foi uma nobre italiana, filha de Bonifácio I de Monferrato, fundador do Reino de Tessalônica (r. 1192–1207) e sua primeira esposa Helena de Bosco. Em 1207, tornar-se-ia imperatriz-consorte do Império Latino, mediante casamento com o imperador latino de Constantinopla Henrique de Flandres (r. 1205–1216), posição que manteve até 1208, quando provavelmente faleceu.

Família[editar | editar código-fonte]

Inês era filha de Bonifácio I de Monferrato, fundador do Reino de Tessalônica, com sua primeira esposa Helena de Bosco, que era filha de Anselmo de Bosco. Era irmã de Guilherme VI de Monferrato (r. 1207–1225) e de Beatriz de Monferrato, esposa de Henrique II de Carretto, marquês de Savona. Era ainda meia-irmã por parte de pai de Demétrio de Monferrato (r. 1207–1224), rei de Tessalônica.

Imperatriz consorte[editar | editar código-fonte]

De acordo com Godofredo de Vilearduin, Inês viveu na Lombardia até seu pai convocá-la a Tessalônica em 1206. Bonifácio em seguida enviou Otão de la Roche, duque de Atenas, numa missão a Henrique, propondo-lhe um casamento entre os dois. Henrique concordou[1] e Bonifácio enviou a filha a Abidos, na Mísia, numa galé. Seus mensageiros então chegaram a Henrique com a localização de sua nova esposa. O próprio Godofredo e Miles de Brabante foram designados para escoltá-la. Vilearduin a descreve como "muito boa e bela" e a viagem até Constantinopla ocorreu sem percalços. Em 4 de fevereiro de 1207, Inês se casou com Henrique e segundo Vilearduin, a cerimônia ocorreu em Santa Sofia num domingo depois da Candelária. A festa depois foi realizada no Palácio de Bucoleão[1]. De acordo com Mihail-Dimitri Sturdza[2], o casamento era parte de uma nova aliança entre Bonifácio e Henrique contra Joanitzes da Bulgária (r. 1197–1207).

Vilearduin relata ainda que, em setembro de 1207, Henrique informou seu sogro que Inês estava grávida, uma boa notícia para ambos. A crônica termina com a morte de Bonifácio em 4 de setembro e não relata o que aconteceu depois[1]. Como não se menciona mais Inês daí em diante nas fontes, presume-se que ela tenha morrido no parto juntamente com a criança.

No ano seguinte, existe uma menção, por Henrique de Valenciennes, de uma filha de Henrique se casando com Alexandre, o sobrinho de Pedro IV (r. 1185–1197), João Asen I (r. 1189–1196) e Joanitzes da Bulgária. Porém, se ela fosse a filha de Henrique com Inês, seria apenas uma recém-nascida, uma idade estranha para um casamento na época. Considera-se que ela seja, na realidade, uma filha ilegítima de Henrique com uma amante.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Inês de Monferrato
Nascimento: 1187 Morte: 1208
Títulos reais
Precedido por:
Maria de Champanhe
Imperatriz-consorte do Império Latino
1207–c. 1208
Sucedido por:
Maria da Bulgária

Referências

  1. a b c Godofredo de Vilearduin, "Memoirs or Chronicle of The Fourth Crusade and The Conquest of Constantinople "
  2. '"Dictionnaire historique et Généalogique des grandes familles de Grèce, d'Albanie et de Constantinople" (1983) by Mihail-Dimitri Sturdza

Ligações externas[editar | editar código-fonte]