Interleucina 6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
IL6 Crystal Structure.rsh.png

Interleucina 6 (IL-6) é uma interleucina que atua como uma citocina pró-inflamatória e uma miocina anti-inflamatória. Nos seres humanos, é codificada pelo gene de IL6.[1]

IL-6 é secretada por células T e macrófagos para estimular a resposta imune, por exemplo, durante a infecção e depois do trauma, especialmente queimaduras ou outros danos nos tecidos que conduz à inflamação. IL-6 tem também um papel na luta contra a infecção, como ele tem sido demonstrado em ratos sendo necessária para a resistência contra a bactéria Streptococcus pneumoniae.[2]

A interleucina-6 é produzida pelos macrófagos ativos e por linfócitos T, tem um enorme papel na indução da febre (ao nível do hipotálamo) e na resposta inflamatória aguda e na liberação de proteínas de fase aguda pelo fígado. Assim, atuam em receptores específicos da membrana das células estimulando a produção de citocinas. Por fim estimulam o crescimento dos linfócitos B.

IL-6 tem sido demonstrada que interage com receptores de interleucina-6[3][4][5] e glicoproteína 130.[6]

IL6 como um alvo terapêutico[editar | editar código-fonte]

O tocilizumabe é um anticorpo monoclonal que bloqueia o receptor de IL6, utilizado para o tratamento da artrite reumatóide.

Referências

  1. Ferguson-Smith AC, Chen YF, Newman MS, May LT, Sehgal PB, Ruddle FH (1988). «Regional localization of the interferon-beta 2/B-cell stimulatory factor 2/hepatocyte stimulating factor gene to human chromosome 7p15-p21». Genomics (em inglês). 2 (3): 203–208. doi:10.1016/0888-7543(88)90003-1. PMID 3294161 
  2. van der Poll T, Keogh CV, Guirao X, Buurman WA, Kopf M, Lowry SF (1997). «Interleukin-6 gene-deficient mice show impaired defense against pneumococcal pneumonia». J Infect Dis (em inglês). 176 (2): 439–444. doi:10.1086/514062. PMID 9237710 
  3. Schwantner A, Dingley AJ, Ozbek S, Rose-John S, Grötzinger J (2004). «Direct determination of the interleukin-6 binding epitope of the interleukin-6 receptor by NMR spectroscopy». J. Biol. Chem. (em inglês). 279 (1): 571–576. doi:10.1074/jbc.M311019200. PMID 14557255 
  4. Schuster B, Kovaleva M, Sun Y, Regenhard P, Matthews V, Grötzinger J, Rose-John S, Kallen KJ (2003). «Signaling of human ciliary neurotrophic factor (CNTF) revisited. The interleukin-6 receptor can serve as an alpha-receptor for CTNF». J. Biol. Chem. (em inglês). 278 (11): 9528–9535. doi:10.1074/jbc.M210044200. PMID 12643274 
  5. Taga T, Hibi M, Hirata Y, Yamasaki K, Yasukawa K, Matsuda T, Hirano T, Kishimoto T (1989). «Interleukin-6 triggers the association of its receptor with a possible signal transducer, gp130». Cell (em inglês). 58 (3): 573–581. doi:10.1016/0092-8674(89)90438-8. PMID 2788034 
  6. Kallen KJ, zum Büschenfelde KH, Rose-John S (1997). «The therapeutic potential of interleukin-6 hyperagonists and antagonists». Expert Opin Investig Drugs (em inglês). 6 (3): 237–266. doi:10.1517/13543784.6.3.237. PMID 15989626 
Ícone de esboço Este artigo sobre microbiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.