Jah Cure

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jah Cure
Informação geral
Nome completo Siccature Alcock
Nascimento 11 de outubro de 1978 (41 anos)
Local de nascimento Hanover, Cornwall
Jamaica
Nacionalidade Jamaica jamaicano
Gênero(s) Reggae, lovers rock, roots reggae
Ocupação(ões) Músico
Período em atividade 1997-presente
Página oficial realjahcure.com

Jah Cure ou Iyah Cure (nascido Siccature Alcock; Hanover, 11 de outubro de 1978) é um músico jamaicano de reggae, que chegou à fama no final dos anos 90.[1] Foi batizado de Jah Cure por Capleton, que ele conheceu enquanto crescia em Kingston.[carece de fontes?] Em 1997, com apenas 18 anos de idade, Jah Cure lançou o single "King in this Jungle", um dueto com Sizzla e produzido pelo então seu mentor, Beres Hammond.[1]

Em novembro de 1998, enquanto andava em uma van nas proximidades de Montego Bay,[carece de fontes?] foi detido e depois preso pela polícia sob a acusação de estupro, roubo e posse de armas.[1] No julgamento, realizado em abril de 1999 foi declarado culpado e condenado a 15 anos de prisão.[1] Desde então, Jah Cure tem firmemente mantido a sua inocência.[1]

Enquanto na prisão, ele tinha acesso ao equipamento de gravação e lançou 3 álbuns e uma série de singles, alguns dos quais vieram para o topo nas paradas jamaicanas.[carece de fontes?]

Depois de libertado em 2007,[1] ele havia lançado seu último álbum, The Universal Cure em 2009.[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f David Jeffries. «Biografia de Jah Cure». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015 
  2. a b «Álbum The Universal Cure». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015 
  3. «Álbum Free Jah's Cure The Album the Truth». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015  2.5 de 5 estrelas.
  4. Marlon Regis. «CD REVIEW: Jah Cure, Ghetto Life». Jahworks.org. Consultado em 23 de agosto de 2015 
  5. «Álbum Freedom Blues». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015 
  6. «True Reflections...A New Beginning». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015  3 de 5 estrelas.
  7. «Álbum World Cry». Allmusic. Consultado em 23 de agosto de 2015  3.5 de 5 estrelas.