James Ingall Wedgwood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
James Ingall Wedgwood
Nascimento 24 de março de 1883
Londres
Morte 13 de março de 1951 (67 anos)
Farnham
Cidadania Reino Unido, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Ocupação teólogo, escritor
Religião Igreja Católica

James Ingall Wedgwood (Londres, 24 de março de 1893 - Farnham, 13 de março de 1951) foi o primeiro Bispo Presidente da Igreja Católica Liberal.

Ele era um membro da eminente família Wedgwood que por gerações se distinguiu na arte, na ciência, na indústria e em outros ramos do serviço público. Quando jovem estudou música de igreja e construção de órgãos, e posteriormente recebeu o grau de Doutor em Ciências pela Universidade de Paris, por um livro sobre esse tema que ainda hoje está em uso.

Em 1904, profundamente influenciado por uma palestra da Dra. Annie Besant, juntou-se à Sociedade Teosófica, tornando-se Secretário Geral da Seção Inglesa em 1911. Em 1912, juntamente com Annie Besant e Marie Russak, fundou a Ordem Mística do Templo da Rosacruz.

Escreveu os livros Meditação para Iniciantes e Variedades de Psiquismo, e colaborou com Charles Webster Leadbeater na elaboração do monumental A Ciência dos Sacramentos, uma revisão completa da liturgia romana, adaptada para uso da Igreja Católica Liberal, um movimento devotado à liberalização do pensamento Cristão que ele muito contribuiu para criar e do qual foi consagrado bispo em 1916.

Juntamente com Leadbeater trabalhou ativamente, também, pela Maçonaria Mista da Obediência Maçônica Le Droit Humain.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Esboço biográfico no prefácio de Meditação para Iniciantes

Bibliografia[editar | editar código-fonte]