Jean-Louis Forain

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean-Louis Forain
Nome nativo Jean-Louis Forain
Nascimento 23 de outubro de 1852
Reims
Morte 11 de julho de 1931
Paris
Cidadania França
Cônjuge Jeanne Bosc
Alma mater École nationale supérieure des Beaux-Arts
Ocupação pintor, desenhista, gravador, caricaturista, litógrafo, escultor, etcher
Prêmios Commander of the Legion of Honour, Officer of the Legion of Honour, cavaleiro da Legião de Honra
Magnum opus Q17491195, Q17491308, Q17492061
Le client, pintura a óleo, 1898

Louis-Henri Forain, mais conhecido como Jean-Louis Forain, foi um pintor e ilustrador francês, nascido em Reims em 23 de Outubro de 1852 e falecido em Paris, em 11 de Julho de 1931.

Durante seus primeiros anos como aluno de arte, ele recebeu a tutoria de dois artistas privilegiados: os escultores-pintores franceses Jean-Léon Gérôme (1824-1904) e Jean-Baptiste Carpeaux (1827-1875)

Enquanto artista, ele recebeu influências dos artistas franceses Honoré Daumier (1808-1879) e Edgar Degas (1834-1917). Em matéria de pintura, pode-se notar uma clara predileção pelos temas do pintor Toulouse-Lautrec (1864-1901).

Freqüentando os prestigiosos salões artísticos parisienses, que eram moda na sua época, ele faz o conhecimento de inúmeras personalidades famosas; entre elas, podemos citar, o conde Robert de Montesquiou (1855-1921), que se apaixona pelo lado humorístico da sua obra, e se faz publicista do seu trabalho enquanto caricaturista.

Sua primeira exibição individual aconteceu em 1890, na galeria Boussod e Valadon, que era então dirigida pelo marchand Theo van Gogh (1857-1891), irmão do hoje célebre pintor.

Por causa da fama das suas caricaturas, os jornais franceses da época o disputavam para ilustrar suas páginas. Seu propósito caricatural era segundo suas próprias palavras: “contar a vida diária, mostrar o ridículo de certas dores, a tristeza de muitas alegrias”.

Algumas Obras[editar | editar código-fonte]

  • Scène de café (1878). Museo de Brooklyn
  • Bailarina en rosa. Colección Carmen Thyssen-Bornemisza.
  • Vestíbulo en la Ópera. Museo de Bellas Artes de Boston.
  • Le Veuf (1884). Musée d'Orsay.
  • Anna de Noailles (1905).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • J.-L. Forain, peintre, dessinateur et graveur : exposition organisée pour le centenaire de sa naissance, Bibliothèque nationale, juin-septembre 1952, Bibliothèque nationale, Paris, 1952, 45 p. (ilustrado)
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.