João Antonio Zuffo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
João Antonio Zuffo
Nome completo João Antonio Zuffo
Nascimento 28 de maio de 1939
São Paulo
Residência São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Cônjuge Yone Maria Puchetti Knorich Zuffo
Filho(s) Marcelo Knörich Zuffo, Cristina Knorich Zuffo, Paulo Knörich Zuffo, Patricia Knörich Zuffo
Ocupação Cientista
Religião Católica Apostólica Romana

João Antonio Zuffo, São Paulo, 28 de maio de 1939, é professor titular da Escola Politécnica da USP, Engenheiro Eletricista, Graduado pela Escola Politécnica em 1963, e Cientista. Projetou e implementou o primeiro circuito integrado (CI) brasileiro em 1971[1]. Em 1975 fundou o Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da USP.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico 1998. Em 1991 foi contemplado com o título de Personalidade de Tecnologia conferido pelo Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, SEESP[2]. Em 2009 foi agraciado com o prêmio Padre Roberto Landell de Moura outorgado pela Sociedade Brasileira de Microeletrônica SBMicro.[3]

Primeiro Circuito Integrado Brasileiro e a Independência em Microeletrônica[editar | editar código-fonte]

Em abril de 1971, nas dependências do Laboratório de Microeletrônica, do Depto. de Engenharia de Eletricidade da Escola Politécnica da USP. João Antonio Zuffo, projetou e construiu o primeiro circuito integrado Brasileiro [4]. A partir de então atua fortemente para uma Política Nacional de Microeletrônica contribuiu com a criação e consolidação da Sociedade Brasileira de Microeletrônica[5]. A partir da década de 2000 dedica-se também a criar visões do futuro à partir da evolução tecnológica propiciada pela Microeletrônica

Primeiro CI brasileiro por joão antonio zuffo abril de 1971 encapsulado

Publicações[editar | editar código-fonte]

  1. Zuffo, João Antonio e Mammana, Carlos Inácio Zamitti,. Dispositivos e Circuitos Eletrônicos. Mcgraw Hill do Brasil LTDA. 1971.
  2. Dispositivos Eletrônicos - Física e Modelamento, Mcgraw Hill do Brasil LTDA., 1976.
  3. Subsistemas Digitais e Circuitos de Pulso, Edgar Blucher, Volume 1, 1972.
  4. Subsistemas Digitais e Circuitos de Pulso, Edgar Blucher, Volume 2, 1972.
  5. Subsistemas Digitais e Circuitos de Pulso, Edgar Blucher, Volume 3, 1972.
  6. Sistemas Eletrônicos Digitais Vol. 1 Organização Interna e Projeto, Editora Edgar Blucher, 1976. 247 páginas.
  7. Sistemas Eletrônicos Digitais Vol. 2 Organização Interna e Projeto, Editora Edgar Blucher, 1976. 233 páginas.
  8. Fundamentos da Arquitetura e Organização dos Microprocessadores, Editora Edgard Blucher, 1978 - 419 páginas. CDD 621.381.1958.17 621.381.95,835.18
  9. Circuitos Integrados em Media Escala e em Larga Escala, Série Microprocessadores. Editora MEC Seplan e Edgar Blucher. 1977. 422 Páginas. 1981.
  10. Microprocessadores: Dutos do Sistema, Técnica de Interface e Sistemas de Comunicação de Dados. Série Microprocessadores. Editora Edgar Blucher. 1981. 528 Páginas.
  11. Compêndio de Microeletrônica, Editora Guanabara Dois, 1984. ISBN 85-7030-049-2.
  12. A Infoera - O Imenso Desafio do Futuro, Editora Saber, SP, 1997. ISBN 85-7116-006-6.
  13. A Sociedade e a Economia no Novo Milênio, Editora Manole Ltda, 2002 - 338 páginas. ISBN 85-204-1743-4[6]
  14. A Sociedade e a Economia no Novo Milênio, Editora Manole Ltda, 2002 - Livro II. ISBN 85-204-1633-0[6]
  15. Flagrantes da vida no futuro. São Paulo: Saraiva, 2007. ISBN 9788502065727. 229 Páginas               

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «João Antônio Zuffo: Da eletricidade para o mundo digital | Revista Pesquisa Fapesp». Consultado em 5 de julho de 2017 
  2. «Personalidades da tecnologia». www.seesp.org.br. Consultado em 14 de agosto de 2017 
  3. «SBMicro.org». www.sbmicro.org.br. Consultado em 14 de agosto de 2017 
  4. Caderno Geral Pág. 15 - O Estado de São Paulo,. «Circuito Integrado Já e Passo para Computador». 26 de junho de 1971. Consultado em 13 de agosto de 2017 
  5. Jorge Zappia - Caderno Geral Pág. 44 - O Estado de São Paulo (22 de Fevereiro de 1987). «Plano para Chips tira dependência». Consultado em 13 de agosto de 2017 
  6. a b ZUFFO, JOAO ANTONIO. A Sociedade e a Economia no Novo Milenio. [S.l.]: MANOLE. ISBN 9788520417430