Joaquim Caseiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
António Joaquim Caseiro, o primeiro aviador naval português.

António Joaquim Caseiro (Sé de Bragança, 26 de Outubro de 1882 - 13 de Dezembro de 1917)[1] foi um dos pioneiros da aviação em Portugal, desempenhando funções como instrutor na Escola de Aeronáutica Militar em Vila Nova da Rainha. Alistou-se voluntariamente no Exército como Praça a 4 de Julho de 1902, no Regimento de Infantaria n.º 10, tendo sido transferido para o Serviço da Armada a 8 de Outubro de 1904 e concluindo o Curso de Administração Naval com a cota de 9,43.

Em 1915, em plena Primeira Guerra Mundial (Portugal só entraria no conflito em 1917), foi autorizado por despacho a viajar para o estrangeiro para se tornar um aviador. Juntamente com Sacadura Cabral e Tenente de Infantaria José Barbosa Santos Leite, parte para a França.[2][3] Recebeu o brevet de aviador militar nas escolas francesas de aviação de Chartes e Amberieu, com a classificação de 17 valores.

Além de pioneiro, é recordado como o primeiro aviador naval português.[4]

Postos[editar | editar código-fonte]

Principais funções[editar | editar código-fonte]

  • Adjunto à Majoria General
  • Adjunto à Direcção-Geral da Marinha - 5ª Repartição
  • Adjunto à 2ª Repartição do Quartel-General da Província de Moçambique
  • Chefe da Secção Militar da Fazenda do distrito de Lourenço Marques
  • Instrutor na Escola de Aeronáutica Militar em Vila Nova da Rainha

Referências