Joel Pizzini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joel Pizzini
Nascimento 1960 (60 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil

Joel Pizzini (Rio de Janeiro, 1960) é um cineasta brasileiro. Seu trabalho no cinema inclui direção, roteiro, produção e cinematografia. Realizou os filmes Dormente (2005), 500 Almas (2004), Glauber Rocha (2004), realizado para a tv, Abry (2003), Enigma de um Dia (1996) e Caramujo-Flor (1988).

Recebeu diversos prêmios por seus filmes, entre eles o Prêmio Internacional de Cinema da Bahia, por Enigma de um Dia, o Prêmio de Melhor Filme do Festival de Cinema de Brasília, por 500 Almas (2004) e o prêmio de Melhor Documentário Prêmio CPFL Energia É Tudo Verdade "Janela para o Contemporâneo" para Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz (2012).

Foi casado com Paloma Rocha, filha de Glauber, e co-diretor do projeto de restauração dos filmes de Glauber Rocha. Colabora com o Tempo Glauber, projeto de preservação da memória do cineasta baiano.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Último trem (2014)
  • Olho Nu (2012)
  • Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz (2012)
  • Dormente (2005)
  • 500 Almas (2004)
  • Glauber Rocha (2004), realizado para a tv
  • Abry (2003)
  • Enigma de um Dia (1996)
  • Caramujo-Flor (1988)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]