John Coghlan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Coghlan

John Robert Coghlan (Dulwich, Londres, 19 de Setembro de 1946) foi um membro original da banda de rock Inglês, Status Quo.

Filho de um pai nascido em Glasgow e uma mãe nascida em Londres, Coghlan cresceu em Dulwich, e foi educado na escola Kingsdale Comprehensive até deixar a escola aos 15 para começar uma aprendizagem como um mecânico.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Juntou-se Status Quo, o então chamado The Spectres, no início dos anos 1960. Sua bateria pode ser ouvida em canções do Status Quo como "Caroline", "Down Down", "Rockin 'All Over the World" e "Whatever You Want".

Ele deixou o grupo no final de 1981,[1] e foi substituído por Pete Kircher, ex-integrante da banda da década de 1960 Honeybus. Depois de sua partida Coghlan tocou com a banda Partners In Crime que não conseguiu maior destaque. Ele também tocou em um single único de The Rockers, um supergrupo constituído também por Roy Wood, Phil Lynott e Chas Hodges, "We Are The Boys (Who Make All The Noise)", um pot-pourri rock and roll, que foi lançado em novembro de 1983 e alcançou o número 79 nas paradas.

Sua própria banda, 'John Coghlan's Diesel', era um grupo que consistia de amigos que ele conheceu em seus anos de Status Quo, principalmente Bob Young e Andy Bown. O Diesel nunca assinou um contrato de gravação.

Coghlan continua a tocar na John Coghlan's Quo, com membros de bandas de tributo ao Quo chamadas State of Quo e On the Level.[2]

Ele também toca no 'John Coghlan Band', ou JCB, que inclui todos os membros não-bateristas da banda de boogie rock de doze compassos Predatür. Ele também excursiona com a King Earl Boogie Band que inclui ex-membros do Mungo Jerry.

Referências