José Maria Nepomuceno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Maria Nepomuceno, em retrato de 1884.[1]

José Maria Nepomuceno (1836-1895) foi um arquiteto, colecionador e bibliógrafo [2] português. Diplomado em 1858 no curso de arquitetura da Academia de Belas-Artes de Lisboa [3] desenvolveu desde 1865 extensa atividade no Ministério das Obras Públicas."

"Da sua responsabilidade são usualmente mencionados o restauro revivalista do Convento da Madre de Deus (1872), o projecto da Escola Médico-Cirúrgica[4] ou Faculdade de Ciências Médicas[5], e, no Hospital Miguel Bombarda, o Pavilhão de Segurança (1892-1896), (raro imóvel vanguardista a nível internacional, pelos seus amplos arredondamentos sistemáticos e generalizados de arestas, precursor do design e arquitectura modernista dos anos 1920 e 1930, e um dos seis edifícios pan-ópticos existentes no mundo), o Edifício das Enfermarias em Poste Telefónico (1885-1894), (o primeiro do mundo com essa tipologia e funcionalidade, anterior ao edifício de Fresnes, Paris, de 1898), os dois enormes mas elegantes Telheiros (1894) em ferro, madeira e telha destinados ao passeio diário de homens e de mulheres, o edifício das Oficinas para Doentes (1894) e a Escadaria em ferro fundido (c. 1894) do Edifício Principal do Hospital[6], todos em Lisboa[7].

Foi proprietário da Igreja do extinto Convento de Santa Iria, em Santa Maria dos Olivais (Tomar)[8].

Teve uma filha : Ernestina Nepomuceno Talone.

Referências

  1. Freire, Vítor Albuquerque (2009). Panóptico, Vanguardista e Ignorado. O Pavilhão de Segurança do Hospital Miguel Bombarda. Lisboa: Livros Horizonte. pp. pag. 9 do anexo de imagens. 
  2. [1]
  3. Um ano trágico: Lisboa em 1836, Luís Varela Aldemira, Department La Bécarre, E. de Moraes, p. 254
  4. Museu Miguel Bombarda, Associação Portuguesa de Arte Outsider
  5. Faculdade de Ciências Médicas, C. M. de Lisboa
  6. Freire, Vítor Albuquerque (2009). Panóptico, Vanguardista e Ignorado. O Pavilhão de Segurança do Hospital Miguel Bombarda. [S.l.: s.n.] 
  7. Museu Miguel Bombarda, Associação Portuguesa de Arte Outsider
  8. Convento e Igreja de Santa Iria - Cronologia, 15 de Fevereiro de 2009

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Panóptico, Vanguardista e Ignorado, O Pavilhão de Segurança do Hospital Miguel Bombarda, por Vitor Albuquerque Freire, Livros Horizonte, 2009