Judogi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Nos primórdios do antigo jiu-jitsu japonês, não existia uma vestimenta especifica para os treinos, sendo comumente usado às próprias vestimentas usadas no dia a dia o hakama. Professor jigoro kano observou isso e em meados de 1906 decidi criar uma vestimenta que atendesse as especificações do judô, daí nasceu o judogi uma vestimenta simples porém resistente e de baixo custo. Dizem que nos primórdios do kodokan professor jigoro kano pedia a própria irmã que costurasse os uniformes de seus alunos. O dogi (uniforme de treino em japonês) foi tão bem aceito que posteriormente foi também usado pelo codificador do karatê moderno e pelo criador do aikido, sendo posteriormente largamente usado por demais escolas e estilos.

Algumas pessoas dizem que o zori não faz parte do judogui, mas este é uma peça essencial, pois ao sair do dojo deve-se usá-lo a fim de não entrar no tatame com os pés sujos - o que pode ser extremamente perigoso, embora não pareça, pois o tatame estando sujo, se alguém se machucar, terá seu ferimento exposto a bactérias, o que pode levar a uma infecção.

O judogi representa nossa mente, por isso deve ser branco, puro e imaculado; a faixa corresponde ao nosso caráter, nossa formação judoistica, ela nos envolve de muita responsabilidade em nossos atos dentro e fora do tatame; o no e a nossa fé, nosso respeito, nosso compromisso, por isso não é correto desamarrar nossas faixas em frente aos nossos superiores.

O judogui, è formado por 4 partes: wagui - parte de cima (paletó) obi - faixa zubon - calça zori - chinelo

Ícone de esboço Este artigo sobre o judô ou sobre um judoca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.