Quimono

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo uniforme usado em artes marciais japonesas, veja Keikogi.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mulher japonesa usando kimono, 1870
Mulheres em quimono iromuji e quimono komon em Kotoin, Japão
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Japão


O quimono (着物 kimono?)[1] é uma vestimenta tradicional japonesa utilizada por mulheres, homens e crianças. A palavra "kimono", que no seu sentido literal, traduzido diretamente do japonês, significa "coisa para vestir" (ki = "vestir" e mono = "coisa")[2] é utilizada para denotar o nome destes longos roupões.

Kimonos têm diferentes estilos e acessórios.

Acessórios e garmentos relacionados[editar | editar código-fonte]

  • Nagajuban (長襦袢)
  • Hadajuban (肌襦袢)
  • Susoyoke (裾除け)
  • Geta (下駄): sandálias de madeira
  • Hakama ()
  • Haori (羽織)
  • Haori-himo (羽織紐)
  • Jūnihitoe (十二単)
  • Hiyoku (ひよく)
  • Kanzashi (): ornamentações para o uso no cabelo
  • Obi (): cinto japonês usado em volta do quimono ou yukata. São usados diferentemente dependendo da ocasião e são mais sofisticados quando usados por mulheres. Enquanto numa gueixa o obi é atado atrás, nas costas, numa prostituta é atado à frente, sendo que a sua posição varia conforme o estado social da mulher que o usa.
  • Obi-ita (帯板)
  • Datejime (伊達締め)
  • Koshi himo (腰紐)
  • Tabi (足袋)
  • Waraji (草鞋): sandálias de palha ou fibras naturais. Usadas principalmente por monges.
  • Yukata (浴衣): quimono informal e sem forro usado no verão, geralmente feito de algodão ou linho. Muito usados nos festivais (matsuri) de verão tanto por homens e mulheres. Também são usados em onsen (resorts de águas termais).
  • Zori (草履)

Quimonos na moda do século XX e XXI[editar | editar código-fonte]

Em meados de 1903, o estilista francês Paul Poiret fez seu nome quando criou uma versão de casaco quimono curto. Um modelo controverso para moda da época, mas que se popularizou pela Europa.

Atualmente, outros estilistas criaram novas variações inspirados nos recortes do quimono tradicional. Como é o caso do vestido quimono, que teve uma versão produzida pela estilista brasileira de Salvador, Nívia Freitas. O vestido quimono se firmou como tendência de moda de 2016.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Kimono» Victoria and Albert Museum [S.l.] Consultado em 20 de setembro de 2007  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  2. kimono from Merriam-Webster

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Quimono