Julio Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Julio Andrés Borges (Caracas, 22 de outubro de 1969) é um ex-membro do conjunto nacional venezuelano pelo partido Primero Justicia.

Borges é ex-candidato para as eleições presidenciais da Venezuela no ano de 2006, Borges funcionou para o presidente nos primaries para a eleição presidencial venezuelana 2006, mas em 9 de agosto de 2006 desistiu da candidatura para apoiar Manuel Rosales, o regulador atual do estado de Zulia.

Disse após ter renunciado a sua nomeação: "é hoje um dia para pôr de lado ambições pessoais e a pensar na unidade. É importante, porque este ano Venezuela está no porque este ano Venezuela está nas estradas transversais - continua na maneira à divisão e ao desemprego ou faz exame da maneira da paz e do progresso".[1] Julio Andrés Borges em seu discurso, prometeu construir na liderança necessitada para os trabalhos dignificados baseados no progresso do pessoa.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Manuel Rosales is the single opposition candidate». www.eluniversal.com. El Universal. 9 de agosto de 2006. Consultado em 13 de janeiro de 2018. 
  2. Delgado, Conchita (27 de maio de 2005). «Julio Andrés Borges to run for president». www.eluniversal.com. El Universal. Consultado em 13 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]