Wladimir Köppen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Köppen)
Ir para: navegação, pesquisa
Wladimir Köppen
Nascimento 25 de setembro de 1846
Morte 22 de junho de 1940 (93 anos)

Wladimir Peter Köppen (São Petersburgo, Rússia, 25 de setembro de 1846Graz, Áustria, 22 de junho de 1940) foi um geógrafo, meteorólogo, climatólogo e botânico russo.

Considerado precursor da ciência meteorológica moderna, suas descobertas influenciaram profundamente os rumos das ciências da atmosfera.

Neto de um dos médicos alemães levados à Rússia pela imperatriz Catarina, a Grande, com a finalidade de melhorar as condições sanitárias da nação, seu pai, Peter von Köppen, viveu na corte de Alexandre II e obteve os mais importantes títulos científicos da Rússia. Morando na Crimeia, junto ao mar Negro, influenciou-se com a flora e as variedades climáticas da região e iniciou estudos de botânica na Universidade de São Petersburgo (1864), que concluiu na cidade alemã de Heidelberg. Emigrou para Hamburgo (1874) para dirigir a divisão de telegrafia meteorológica, disciplina dedicada à detecção de temporais e à meteorologia marinha, do Observatório Naval Germânico (1875-1918).

Tornou-se (1884) o primeiro pesquisador a mapear as regiões climáticas do mundo e suas variações ao longo dos meses do ano. Seu mapa climatológico, que abrangia desde o círculo polar até as latitudes tropicais, representou um progresso para a meteorologia da época com o mapeamento de todas regiões climáticas do mundo.

Classificou os climas em cinco tipos distintos (1900), baseado nas chuvas e temperaturas, expondo um sistema matemático de classificação climática que durante décadas orientou as técnicas meteorológicas. Mudou-se para Graz, na Áustria (1924), cidade onde permaneceu até morrer e onde, em colaboração com Rudolf Geiger, redigiu seu Handbuch der Klimatologie (1927), publicado em cinco volumes.

Ver também[editar | editar código-fonte]