Kamla Persad-Bissessar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kamla Persad-Bissessar em 2013

Kamla Persad-Bissessar (Siparia, 22 de abril de 1952) foi a primeira-ministra de Trinidad e Tobago entre 26 de maio de 2010 e 9 de setembro de 2015. Foi a primeira mulher a ocupar o posto em seu país.

Ocupou o cargo após a vitória nas eleições gerais de 2010. Persad-Bissessar era a líder do Congresso Nacional Unido, partido de oposição ao então ministro Patrick Manning.[1] [2]

Durante o governo do adversário, defendeu-se que o tráfico de cocaína aumentou de forma sem precedentes em Trinidad e Tobago e houve denúncias de corrupção e aumento da violência.[3] [2] [4]

Persad-Bissessar também foi procuradora-geral da República.

Referências

  1. CanaNews. (25 de maio de 2010). WOMAN POWER: Kamla creates history in TT, acesso em 26 de maio de 2010
  2. a b BBC News. (25 de maio de 2010). Trinidad snap election unseats PM Patrick Manning, acesso em 26 de maio de 2010
  3. France Presse/G1. (25 de maio de 2010). Ex-promotora governará Trinidad e Tobago, acesso em 26 de maio de 2010
  4. Barrowclough, Anne. (25 de maio de 2010). Trinidad and Tobago elects first woman Prime Minister. The Times, acesso em 26 de maio de 2010
Precedido por
Patrick Manning
Primeira-ministra
2010-2015
Sucedido por
Keith Rowley
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.