Karl Czernik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Karl Czernik
Informação pessoal
Pseudônimo(s) Diabo loiro
Nascimento 30 de dezembro de 1923
Colônia (Alemanha)
Morte 16 de agosto de 1949 (25 anos)
Campinas
Cidadania  Alemanha
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipa
Disciplina estrada
Função ciclista
Tipo de corredor completo

Karl Czernik (Colônia, 30 de dezembro de 1923Campinas, 16 de agosto de 1949) foi um ciclista brasileiro e figura histórica de Santo Amaro, em São Paulo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Seus pais Karl Czernik e Catharina Czernik e toda a família se mudaram para o Brasil quando Karl tinha apenas nove meses de idade, a bordo do navio Belfideria, desembarcando no porto de Santos em 3 de outubro de 1924. A mudança de seu por conta de seu pai ter sido contratado para trabalhar na empresa Light and Power.[1]

Durante sua infância estudou no colégio Paulo Eiró. Mais tarde tornou-se mecânico de bicicletas e montou oficina. Em 1939, incentivado pelo irmão e esportista João Czernik, iniciou sua trajetória no ciclismo. Em 1940 inscreveu-se na Federação Paulista de Ciclismo e, após associar-se ao Ciclo Clube de Vila Mariana, começou a participar das corridas ainda na 3ª categoria de ciclismo.

Em 1942, sagrou-se campeão paulista da 2ª categoria. Em 1943 passou para a 1ª categoria, passando a competir com os principais corredores da época.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 1945, competindo pelo Esporte Clube Corinthians Paulista, participou de várias provas, entre elas as seguintes:

  • Juiz de Fora - Rio - 2° lugar.
  • Pirassununga - São Paulo (prova de 466 km) - 1° lugar.
  • Em 1946 foi campeão paulista da 1ª categoria, e considerado o ciclista mais completo do estado.[1]
  • Em 1947 tornou-se bicampeão paulista.

Sociedade Ciclística Alda Alegrini[editar | editar código-fonte]

Em 1948 transferiu-se para a Sociedade Ciclística Alda Alegrini, sagrando-se tri-campeão paulista, com 12 provas vencidas.

Morte[editar | editar código-fonte]

Sua trajetória de vitórias terminou tragicamente na cidade de Campinas, vítima de um mal súbito, enquanto participava da prova Volta do Interior.

Referências