Kiko Freitas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kiko Freitas
Informação geral
Nome completo Leonardo Francisco de Castro Freitas
Nascimento 16 de agosto de 1969 (49 anos)
Porto Alegre,  Rio Grande do Sul
País Brasil
Instrumento(s) Bateria

Leonardo Francisco de Castro Freitas, conhecido profissionalmente como Kiko Freitas (Porto Alegre, 16 de agosto de 1969) é um baterista brasileiro, filho do também músico Telmo de Lima Freitas.[1]

Faz parte do grupo Nosso Trio, com Ney Conceição e Nelson Faria. O trio também segue acompanhado de João Bosco.[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Obra Ref.
1990 Ingênuos malditos - Tambo do Bando - Participação no LP. [3]
1991 Elton Saldanha [3]
Marcelo Corsetti - Participação no LP. [3]
1992 Zelso - Participação [3]
1993 Elizah e Guinha [3]
Mistério - Rubens Santos [3]
Elton Saldanha [3]
Luiz Carlos Borges [3]
Tangos e Tragédias [3]
Nosso Segredo - Sérgio Rojas [3]
Renato Borghetti [3]
Frank Solari - Frank Solari [3]
1994 DDD - Marcelo Corsetti [3]
Off Road -James Liberato [3]
Teatro do Circo Solar - Hique Gomes [3]
1995 Milonga do Pendular Encontro - Pery Souza [3]
Ernesto Fagundes [3]
Accordionist - Renato Borghetti [3]
1996 1º Festival de Música Instrumental do Rio Grande do Sul [3]
Três – ao vivo - Marcelo Corsetti [3]
Julio Herrlein Quarteto - Julio Herrlein, Kiko Freitas, Ricardo Baumgarten e Michel Dorfman [3]
1997 Cristiana Pretto [3]
Claudia Dulth [3]
Space Trio - Paulinho Lêmos, Kiko Freitas e Ricardo Baumgarten [3]
1998 Primeira impressão - Pedrinho Figueiredo [3]
Armazém - Paulo Gaiger [3]
Jeronimo Jardim [3]
Swing brasileiro - Jorginho do Trompete [3]
Compromisso - Fábio Júnior [3]
Gauderiando - Renato Borghetti [3]
Um Círculo Mágico - Frank Solari [3]
1999 Na Esquina ao vivo - João Bosco [3]
Celebrating Chico Buarque de Hollanda - Edsel Gomes [3]
Chico Buarque Songbook Vol. 1 - Vários artistas [3]
2000 Tunai [3]
Denise Gonzaga [3]
Tocando Victor Assis Brasil - Kiko Freitas, Nico Assumpção e Luiz Avellar [3]
2001 Ciclos ao vivo - Luiz Avellar [3]
Paixão no peito - Renato Borguetti [3]
2002 Improviso n° 1 - Edilson Ávila [3]
Da cor do pecado - Sanny Alves [3]
Malabaristas do Sinal Vermelho - João Bosco [3]
2003 Josee Koning [3]
João Bosco, Gonzalo Rubalcaba e Ivan Lins [3]
Acqua - Frank Solari [3]
My favourite things - Luiz Avellar Trio [3]
2004 Jamilly [3]
Karolina Vucidolac [3]
Homenagem a Luiz Eça - Michel Legrand [3]
Wendy Luck - Jeff Andrews, Cliff Korman, Nelson Faria, Sérgio Galvão e Kiko Freitas [3]
2005 Vento Bravo - Nosso Trio
Paulinho Lêmos
Nos horizontes do mundo - Leila Pinheiro
2006 Arquitetura da flor - Francis Hime
Nosso Trio- DVD Ao vivo
Ney Conceição
DVD Obrigado Gente ao vivo - João Bosco
E por falar em acordeon - Chico Chagas
Palavras de Guerra - Olivia Hime
Desde el Silencio - Ariel Martins
Obrigado Gente ao vivo - João Bosco
2007 Josee Koning
Ney Conceição
Coleção Jazz Café Brasil Vol. 4 e 5
2012 CHU (websingle) - Daniel Piquê [3]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Açorianos[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
1993[4] Instrumentista de Percussão Kiko Freitas Indicado
1994[5] Instrumentista de Percussão Kiko Freitas Venceu
1997[6] Instrumentista de Percussão Kiko Freitas Venceu

Referências

  1. «Biografia Kiko Freitas». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 31 de janeiro de 2013 
  2. Anahy Metz (10 de maio de 2012). «Kiko Freitas relembra seus 20 anos de trajetória no Contemporânea deste sábado». Portal do Estado do Rio Grande do Sul. Consultado em 31 de janeiro de 2013 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay «Discografia». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 31 de janeiro de 2013 
  4. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 1993». Consultado em 16 de abril de 2018 
  5. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 1994». Consultado em 16 de abril de 2018 
  6. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música -1997». Consultado em 17 de abril de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]